Pequeno e pitoresco riacho com nascente localizada em área próxima da divisa dos belos, famosos e históricos bairros Baía e Garrafão, no alto do Bairro da Baía e aos pés do Pico Chorão. com suas cristalinas águas formou-se, em tempos remotos, a Antiga Usina Água e Luz de Alagoa, com autorização de funcionamento assinada pelo próprio Presidente Getúlio Vargas, e cujo documento é, hoje, uma valiosa peça do acervo do Patrimônio Histórico de Alagoa. É também um dos afluentes do Rio Aiuruoca, o maior na drenagem do Município. Suas águas são muito frias, formadas por inúmeros cursos d’água que descem das montanhas caindo em incontáveis cascatas, corredeiras e cachoeiras em seu percurso.

Tel.: (35) 3366-1448

gabinete@alagoa.mg,gov.br

Alagoa Baía - Garrafão , s/n - Centro

CEP 37.458-000 - Alagoa - MG

Informações úteis

Localização

Rural

Pontos de referência

Para chegar ao Ribeirão dos Campos, em Alagoa, basta descer pela Rua Capitão Manoel Borges Pinto,passando pela Ponte da Candonga, na entrada do Bairro São Domingos e seguindo até o primeiro entroncamento, onde começa a Travessa Nhá Chica, que leva ao bairro conhecido carinhosamente como Vilinha, até hoje sem nome oficial. A pequena ponte da Travessa Nhá Chica está colocada sobre o Ribeirão dos Campos que tem esse nome desde sua nascente, até passar pela cidade, até seu encontro com o Ribeirão Vermelho e, da união dos dois, no encontro com o Rio Aiuruoca. Há também outros pontos do rio que podem ser acessados a partir do território de Alagoa, ainda nos bairros, quando esse ribeirão forma, entre outros atrativos, a linda Cachoeira da Baía.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada, Auto-guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Natação, banho de cachoeira, meditação e trilhas.

Acessibilidade