Projetada em 1943 por Oscar Niemeyer para ser a residência de fim de semana do então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek, a casa apresenta as várias características que tornam a Pampulha singular para o Brasil. Os jardins do paisagista Roberto Burle Marx ficam na frente e nos fundos da casa. Com telhado em forma de asa de borboleta e planos inclinados, a Casa Kubitschek configura tipologia característica da arquitetura brasileira do modernismo. A edificação é tombada pelas instâncias do patrimônio municipal, estadual e federal, e passou por amplo processo de restauração e reconceituação, retornando ao público em setembro de 2013. A casa se mantém como o projeto original, pois as reformas que foram feitas tiveram assistência direta de Niemeyer. O museu, às margens da Lagoa da Pampulha, dedica-se a contar a história de uma casa modernista dos anos de 1940, 1950 e 1960, por meio de espacializações, objetos e estímulos sensoriais.

Tel.: 31 3277-1586

ck.fmc@pbh.gov.br

Avenida Otacílio Negrão de Lima, 4188 - Pampulha

CEP 31.365-450 - Belo Horizonte - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Em frente ao Mirante Bandeirantes

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada, Auto-guiada, Guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Visitação, exposição, realização de alguns eventos como o Circuito Pampulha Noturno.

Acessibilidade