Foto: Acervo Setur-MG / John Brandão

A Casa da Pirâmide trata-se de uma construção de forma piramidal, com várias janelas que proporcionam acesso a diversas constelações. Um excelente local para observar a cidade, os vales e as montanhas com a visão de 360º. É componente do Parque Municipal Antônio Rosa e trata-se do atrativo mais popular e visitado de São Thomé das Letras.

Tel.: (35) 3237-1276

turismo@saotomedasletras.mg.gov.br

Parque Municipal Antônio Rosa, s/n - Alto do Cruzeiro

CEP 37.408-000 - São Thomé das Letras - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Estrada asfaltada em bom estado de conservação. Rodovias LMG 862 e LMG 868 - Estrada que liga Três Corações a São Thomé das Letras, passando pelo Portal da cidade, entrada à direita pela Rua Marcionílio, Rua Costa, ou, segunda entrada à direita na Rua Virgílio Mastrogiovanni, ou, seguindo pela Avenida Intendente Tomé Mendes Peixoto virando à direita para Plínio Pedro Martins, todos acessos são de calçamento de pedra São Tomé e seguem sentido Centro - Praça Barão de Alfenas - Igreja Matriz, passando pela Gruta de São Tomé, sentido Rua Dr. Jefferson Gonzaga até o Parque Municipal Antônio Rosa, Cruzeiro e Pirâmide.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Observação sobre funcionamento

Não há iluminação no local, o melhor horário para visitas é durante o dia até o fim da tarde quando o sol se põe. Visto também que o acesso aos pontos turísticos dentro do parque é regular.

Tipo de visita

Não guiada, Auto-guiada, Guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Observação, meditação, contemplação do céu, paisagens, nascer e por do sol.

Informações complementares

A Casa da Pirâmide foi construída no local do antigo “Cruzeirinho da Aldeia”. A área de 5.000m² pertencente à Pirâmide foi doada pela Prefeitura a Tomé Galvão, porém nada construiu e nem escriturou, porém a vendeu, através da Prefeitura, que assinou escritura de doação a favor de um médico de nome Cézar Augusto Bezane. Foi ele quem iniciou a construção da Pirâmide, quando em 20 de dezembro de 1978 vendeu a Pasquale Desiati, o Lino.

Acessibilidade