Joseph Cornélius Maria De Man, Natural de Woerden – Holanda, nasceu a 10 de agosto de 1927. Filho do notável e consagrado escritor holandês, Herman De Man ( mais de 25 obras publicadas) de descendência judia, convertido ao catolicismo e vítima da fúria nazista. Mãe Eva Maria Kalker.

Ordenado sacerdote na Bélgica e laureado professor da consagrada Universidade de Louvania. De Boussu, integrado a ordem religiosa “Padres do Trabalho” veio como missionário para a América Latina.

Como dirigente de uma comissão de padres (Leon Verheyn, Gustavo Schoovaert e Daniel Frére) se dirigia para o Chile quando, casualmente encontrou-se com o Dr. Joseph Hein (então Diretor da Companhia Siderúrgica Belgo Mineira) na Europa e este convidou-o a vir com a sua equipe para trabalhar nas obras de promoções sociais no Rio Doce. Assim, Joseph Cornélius Maria De Man desembarcou no Brasil 29 de outubro de 1963 e não tarde já fundava a “Associação dos Padres do Trabalho” em dezembro de 1963. Após os contatos com o Dr. Hein, com Dom Oscar de Oliveira, arcebispo de Mariana, dirigentes da Usiminas, da Companhia Vale do Rio Doce e da Acesita, no escritório da Belgo Mineira, em Belo Horizonte, decidiu instalar no município de Coronel Fabriciano, onde o grupo residiu. Em março já se achavam instalados com um pequeno escritório e seminário no Horto (Ipatinga). E não tarde fundou a Universidade do Trabalho. Faleceu em junho de 1981.

Tel.: (31) 3846-5500 / 0800 283 7944 / 3846-5524

atendimento@unileste.edu.br

Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 3500, Unileste - Universitário

CEP 35.170-056 - Coronel Fabriciano - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Antigo acesso pela BR 381, após o Morro da Usipa.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

O Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste) é uma instituição de ensino superior particular brasileira, com sede no município de Coronel Fabriciano, no interior do estado de Minas Gerais. Foi criado pela Associação Padres do Trabalho em 1969, configurando-se como a primeira escola de nível técnico e superior da atual Região Metropolitana do Vale do Aço,[2] e seu complexo está distribuído em dois campi — um principal em Coronel Fabriciano e outro em Ipatinga. No museu é possível conhecer a história da instituição e da vida de Padre de Man.

Necessário autorização prévia

Através do setor de eventos

Informações complementares

Joseph Cornélius Maria De Man, Natural de Woerden – Holanda, nasceu a 10 de agosto de 1927. Filho do notável e consagrado escritor holandês, Herman De Man ( mais de 25 obras publicadas) de descendência judia, convertido ao catolicismo e vítima da fúria nazista. Mãe Eva Maria Kalker.

Ordenado sacerdote na Bélgica e laureado professor da consagrada Universidade de Louvania. De Boussu, integrado a ordem religiosa “Padres do Trabalho” veio como missionário para a América Latina.

Como dirigente de uma comissão de padres (Leon Verheyn, Gustavo Schoovaert e Daniel Frére) se dirigia para o Chile quando, casualmente encontrou-se com o Dr. Joseph Hein (então Diretor da Companhia Siderúrgica Belgo Mineira) na Europa e este convidou-o a vir com a sua equipe para trabalhar nas obras de promoções sociais no Rio Doce. Assim, Joseph Cornélius Maria De Man desembarcou no Brasil 29 de outubro de 1963 e não tarde já fundava a “Associação dos Padres do Trabalho” em dezembro de 1963. Após os contatos com o Dr. Hein, com Dom Oscar de Oliveira, arcebispo de Mariana, dirigentes da Usiminas, da Companhia Vale do Rio Doce e da Acesita, no escritório da Belgo Mineira, em Belo Horizonte, decidiu instalar no município de Coronel Fabriciano, onde o grupo residiu. Em março já se achavam instalados com um pequeno escritório e seminário no Horto (Ipatinga). E não tarde fundou a Universidade do Trabalho. Faleceu em junho de 1981.
O campus principal do Unileste, em Coronel Fabriciano, possui cerca de 128 mil m², dos quais 18 mil m² eram de áreas construídas até 2008. Em 2015, a instituição disponibilizava 23 cursos de graduação e 12 de pós-graduação, distribuídos entre as escolas de Ciências Sociais e Aplicadas, Politécnica e de Educação e Saúde. A unidade de Ipatinga corresponde à Escola de Saúde. O campus de Coronel Fabriciano é equipado com o Auditório Padres do Trabalho (com 99 lugares), Auditório Sr. Zezinho (110 lugares), o Centro Esportivo Aldir Castro Chaves (três quadras esportivas e dois campos) e laboratórios das áreas de química, eletrônica, mecânica, elétrica, telecomunicações e automação industrial.

O campus do Unileste de Coronel Fabriciano abriga ainda marcos como a Fazendinha, que foi planejada como réplica da sede da fazenda que existia anteriormente à construção do centro universitário e funcionou inicialmente como casa de hóspedes; o Teatro João Paulo II, construído em 1978 no andar térreo do Colégio Padre de Man, no campus II da universidade; e o Museu Padre Joseph Cornélius Marie de Man, que tem formato de um círculo e foi implantado em 1993. Essas três construções são tombadas como patrimônios culturais de Coronel Fabriciano. Também cabe ser ressaltada a Biblioteca Dom Serafim Cardeal Fernandes Araújo (Biblioteca Central), que é aberta ao público e possui um dos maiores acervos bibliográficos da região.

Acessibilidade