Conhecida também como “Casa do Muxarabiê”, balcão de procedência árabe, inteiramente fechada em treliças de madeira, onde se observava a rua sem ser notado. Propriedade do Iphan foi transformada em biblioteca pública na década de 50, cujo nome é uma homenagem a Antonio Torres, escritor diamantinense. A biblioteca possui um relevante acervo de livros, jornais e documentos sobre a história da cidade, sendo um importante espaço de difusão da história e da cultura local.

Tel.: (38) 3531-0294

Rua da Quitanda, 50 - Centro

CEP 39.100-000 - Diamantina - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Bar e Café A Baiuca.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada, Auto-guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

O atrativo se constitui em uma importante biblioteca pública, além de se constituir em um importante ponto de visitação turística na cidade.

Acessibilidade