Trilha de mata secundária, a 1600m de altitude, de onde se pode apreciar a fauna e flora da Mata Atlântica, com nascentes que abastecem a cidade, passando pelo vale das samambaias Açu, fornalhas da guerra de 32, chegando até a Pedra Sapo descendo pela trilha da pedra sapo em direção ao mirante da Caixa d’água ou subindo em direção a Pedra Sacerdotisa. Visita com guia local ou agência receptiva. Trilha tombada pelo Conselho municipal do patrimônio cultural, COMPACE (Conselho do Patrimônio Cultural de Extrema).

Tel.: (35) 3435-6066

cultura@extrema.mg.gov.br

Serra do Lopo, s/n -

CEP 37.640-000 - Extrema - MG

Informações úteis

Localização

Rural

Pontos de referência

Partindo do CIT, praça Presidente Vargas, siga à esquerda pela rua João Mendes, desça até a rotatória. Vire à esquerda e siga pela avenida Alcebíades Gilli por 2 quarteirões. Vire à direita e siga pela rua Domingos Morbidelli até a rua Hélio Pedroso de Alvarenga. Nesta vire à esquerda e siga pela rua Hélio Pedroso de Alvarenga. O final desta rua é no Portal da Serra, a partir daí inicia-se a estrada da Embratel. Siga por esta estrada alguns quilômetros até a bifurcação, nesta vire à esquerda por estrada estreita até a Torre da Embratel onde tem início a Trilha do Pinheirinho.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Auto-guiada, Guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Trekking, escalada e contemplação da natureza (fauna e flora)

Informações complementares

Trilha em Floresta Atlântica passando ao lado de um vale de Samambaia Açu. Esta trilha permite o acesso a outras trilhas: Pedra Sapo, Trilha do Bicão, Pedra Sacerdotisa e Parque Ecológico Pico dos Cabritos. Foi realizado manejo na trilhas em 2016.
Trilha de fácil acesso com grau de dificuldade médio, extensão de 4,5 km, sendo seus principais atrativos naturais o “Bosque das Samambaias” e a “Pedra Sapo”.
A região apresenta clima tropical de altitude com médias de temperaturas anuais de 19.8 °C; com vegetação típica floresta ombrófila mista.

Acessibilidade