Espaço de comercialização dos produtos de origem da agricultura familiar dos produtores do município. Acontece as quintas-feiras na Avenida João Bernardino de Souza, e consiste em um espaço de aglomeração de barracas e pessoas, onde se comercializam diversos produtos como alimentos, roupas, acessórios, artesanatos, dentre outras coisas. A feira é um espaço de contato entre o consumidor e os produtores locais. A feira possui uma grande diversidade de produtos, desde pastel frito na hora à panelas de ferro e roupas.

Tel.: (38) 3843-8115

desenvolvimentorural@novorizonte.mg.gov.br

Avenida João Bernardino de Souza, s/n - Centro

CEP 39.568-000 - Novorizonte - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Localizada na Avenida principal da cidade, área central.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Comércio de produtos oriundos da agricultura familiar.

Informações complementares

Segundo o que consta na primeira ata da reunião da comissão organizada para tratar dos assuntos relacionados à feira e aos feirantes de Novorizonte – MG, a primeira feira livre ocorreu ao dia vinte e quatro de agosto do ano de dois mil e seis. Está escrito que, numa manhã fria e nublada, reuniram-se na Avenida João Bernardino de Souza vários lavradores do município para dar início ao evento, o qual se mantém até os dias atuais. Dentre às várias pessoas presentes, as quais compravam, vendiam, conversavam e até mesmo se confraternizavam, ressalta-se, a presença do ex-prefeito do município, o Senhor Ilton Costa Araújo e do Procurador Jurídico da Prefeitura à época, o advogado Paulo Reis. De acordo os registros existentes, a ideia de criar a feira livre em Novorizonte foi do saudoso João de Almeida Souto (popular João Pacífico) e do Senhor Valdizar da Silva, sendo que, no dia da feira inicial, o Senhor João Pacífico ficou tão feliz que realizou queima de fogos e instalou uma caixa de som para animar o pessoal. Em entrevista ao Senhor Aurelino Oliveira Neto realizada pelas turmas dos 2º Anos do turno vespertino da Escola Municipal de Havana foi esclarecido que, para a pessoa interessada vender alguma coisa na feira é necessário procurá-lo, já que, atualmente é o responsável pela organização do evento. Disse também que os produtos que são vendidos são advindos da própria região por meio da Agricultura Familiar e que chegam à feira por meio dos próprios produtores. Que durante esses nove anos de feira houve melhoras na variedade de produtos devido aos incentivos financeiros e de logística destinados aos agricultores através dos governos: federal, estadual e municipal. Pontuou ainda que, foram adquiridas pela prefeitura municipal barracas para dar uma melhor condição de organização e durabilidade aos produtos, no entanto, nem todos os feirantes têm barracas devido à falta de mais recursos do poder público municipal para comprá-las. Questionado sobre o dia em que ocorre a feira, o local em que acontece, o horário de funcionamento e a limpeza do local, respondeu que, a feira em Novorizonte acontece na quinta-feira devido ao fato das demais feiras da região ocorrer às sextas-feiras e aos sábados. Em relação à escolha daquela parte específica da Avenida João Bernardino de Souza e não outra parte ou rua para acontecer a feira, disse que isso se deve ao fato do principal idealizador da feira morar em frente ao local à época. O horário da feira é de sete às doze horas, mas a partir das cinco horas já há a presença de feirantes organizando as barracas e os produtos para comercialização. Quanto à limpeza esclareceu que é realizada antes e após o acontecimento da feria por uma equipe coordenada por ele. Prosseguindo afirmou que, a prefeitura municipal por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e do Senhor Prefeito Arley Costa sempre apoiou e apoia quanto à realização da feira. E para finalizar pontuou que o que mais se destaca na feira são os produtos da Agricultura Familiar. Como se vê, o cenário central da Avenida João Bernardino de Souza, todas as quintas-feiras é “adornado” por barracas e estruturas para o acontecimento de um evento ímpar para a sociedade novorizontina. As barracas enfileiradas uma ao lado da outra, oferecem tomates, cenouras, beterrabas, abacaxis, bananas, laranjas, enfim uma grande variedade de produtos não só alimentícios, mas como também utilidades domésticas, roupas, remédios caseiros etc., compondo um cenário multicolor e divertido.

Acessibilidade