Apresenta incontáveis nascentes de riachos, a fauna e a flora são típicas de campos rupestres, com algumas espécies endêmicas, sendo que muitas ainda não estão catalogadas. Muitos riachos que nascem nesta serra correm para afluentes do Rio das Velhas ou do Rio Jequitaí, mais ao norte, ambos são afluentes do Rio São Francisco. Possui formações cársticas (cavernas e "lapinhas"), dada a razoável quantidade de calcário na região. Na Serra do Cabral viveram povos indígenas nômades até aproximadamente 350 anos atrás, o que caracteriza a importância arqueológica e histórica. Eram conhecidos como Cabralinos e deixaram muitas pinturas rupestres. Sua importância se deve como ponto de referência entre viajantes do período colonial e ao longo do século XX, e também pela literatura. A riqueza mineral dessa formação geológica também é relevante. Principais sítios arqueológicos são: · Boqueirão do Cara Fechada; · Boqueirão do Inferno. · Cabeceira do Guará I, II, III; · Cabeceira do Manda-Puça; · Lapa da Onça; · Lapa de Santo Antônio; · Lapa do Chapéu; · Lapa do Marimbondo;

SERRA Do CABRAL, -

CEP 39.250-000 - Lassance - MG

Informações úteis

Localização

Rural

Pontos de referência

DEPOIS DE ATRAVESSAR A BALSA PROFESSOR PARDAL SEGUE SENTINDO PIEDADE DEPOIS SOBE A SERRA .

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

TRILHAS E VISTA AS PINTURAS

Acessibilidade

Portal Minas Gerais - Carnaval 2020