O Mercado Municipal é um dos principais cartões postais de Diamantina, por volta de 1835 teve início sua edificação, com o intuito de estabelecer ali um prédio para moradia e comércio. Também no mesmo local funcionou um rancho de tropeiros, mais conhecido como intendência, onde ocorria o descarregamento e a comercialização dos produtos que chegavam a Diamantina e teve tal função até ser desativado em 1884. Possui uma estrutura totalmente de madeira, fachada em arcadas, dando aspecto pitoresco à construção. Se tornou Centro Cultural David Ribeiro aberto para exposições eventos e as feiras de quitandas, cultural gastronômica, artesanato e hortifrutigranjeiros, nas quintas sextas e sábados . Dentre os produtos oferecidos podemos destacar a cachaça, os queijos, mel e ainda ingredientes exóticos, como o broto de samambaia, ora-pró-nobis. Ainda podem apreciar a arte dos ceramistas do Vale do Jequitinhonha, com trabalhos em palha e com típicas flores da região – as sempre-vivas. Outra opção de compras são as variedades de quartzos em tamanhos variados e trabalhados em bijuterias, ou então os crochês e bordados produzidos pelos artesãos locais.

Tel.: (38) 3531-9537

acaocultural@diamantina.mg.gov

Praça Barão do Guaicuí, 170 - Centro

CEP 39.100-000 - Diamantina - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Da Catedral Metropolitana de Diamantina, no centro da cidade descer a rua Modesto Almeida,
Praça Barão do Guaicuí.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Observação sobre funcionamento

O mercado é aberto à visitação em qualquer horário, contudo as atividades realizadas no mesmo estão sujeitas a horários próprios.

Tipo de visita

Auto-guiada, Guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Contemplação e compras.

Acessibilidade