Morro do Pilar foi um grande centro de mineração. Existem indícios de atividades em 1701, conforme a tradição. Formada a povoação, em função da exploração do ouro, erigiu-se a primitiva capela sob a invocação de Nossa Senhora do Pilar, mais tarde substituída por um segundo templo que recebeu a benção por provisão em 1789. O arraial primitivo foi transferido para um plano mais baixo da colina, situando-se nos contrafortes da serra do Espinhaço. A mineração do ouro, fator de origem e desenvolvimento do arraial, já estaria praticamente abandonada em princípios do século XIX, não mais prevalecendo como exploração regular de significado econômico, conforme Valmar Coelho. Em 1809, o intendente dos diamantes Manuel Ferreira da Câmara Bitencourt e Sá, deu início a primeira fábrica de ferro do Brasil - a Real Fábrica de Ferro - e que 1814 consegue fabricar ferro líquido. A pioneira fábrica funcionou, em regime de produção mais ou menos regular, de 1814 a cerca de 1830, época em que encerrou suas atividades, de acordo com Carneiro de Mendonça em seu livro "O Intendente Câmara".

Tel.: (31) 3866-5206

sec.turismo@morrodopilar.mg.gov.br

Rua Teófilo Batista , s/n - Centro

CEP 35.875-000 - Morro do Pilar - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Está a aproximadamente 800 m da Igreja Matriz, no bairro popularmente conhecido como Paredão.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Visita Histórica

Acessibilidade