A Igreja de Nossa Senhora de Sant’ Ana se destaca a partir da caminhada dos bandeirantes Chefiados por Bartolomeu Bueno da Siqueira, no período do ciclo do ouro, em 1709. Um novo povoado, denominado de Arraial Novo da Onça, teve sua capela, dedicada a Sant’ Ana, erguida por provisão de 24 de março de 1752. “O Arraial foi elevado à freguesia pela lei 146 de 6 de julho de 1859, que é mencionado, geralmente, como a que teria criado o Distrito, no município de Pitangui, com o nome de Onça do Rio São João Acima” (Capanema, José. 1979). Após o surgimento de vários povoados pelos Rincões de Minas Gerais, entre eles o de Onça de Pitangui, inicia-se, também a história da caminhada religiosa do povo de Deus, que neste Arraial morava. Segundo fontes documentais, a capela de Nossa Senhora de Sant’ Ana, foi filial da Paróquia de Senhora do Pilar de Pitangui até 1859, sendo que no dia 06 do julho do mesmo ano, foi elevada à condição de Paróquia, sendo denominada Paróquia de Nossa Senhora de Sant’Ana. O caminho, desse povoado, que começa pela fé, sendo portador de um projeto histórico, construiu a primeira capela sob invocação de Nossa Senhora de Sant’ Ana, tendo como precursor o PE Fernando Xavier de Souza Machado que assumiu a paróquia em 1859, conduzindo a caminhada religiosa até 1886, quando foi substituído pelo PE João Batista Dias que a liderou até 1900. Atualmente capela se encontra no centro de um belíssimo complexo arquitetônico e paisagístico, composto pela capela e sua casa Paroquial de mais de cento e sessenta anos, centralizado numa praça revitalizada, exclusivamente para valorizar esse espaço. Além da capela, foi implantado um antigo marco do cruzeiro enfrente a capela de Nossa Senhora de Sant’ Ana de aproximadamente meados do século XVIII. Em 1901, monsenhor Fernando Barbosa, filho desta terra assume a Paróquia e segundo fontes pesquisadas, nesta época se inicia a organização das associações e movimentos, entre eles a Sociedade de São Vicente de Paulo, o Apostolado da Oração, a Pia União das Filhas de Maria e Sociedade dos Anjos. A igreja de meados do século de XVIII, foi restaurada pelo padre Rafael Caetano Moreira, no ano de 1998, e devido a dificuldade financeira da Paróquia ainda, não foi terminado. A Paróquia de Nossa Senhora de Sant’ Ana tem como responsável atual o Pároco Edvaldo José Damasceno, designado pela Diocese de Divinópolis, para assumir a Paróquia no ano de 2006, relatando que a igreja de Nossa Senhora de Sant’ Ana faz parte de uma tradição, tendo um valor histórico, religioso e cultural extremamente importante para o povo de Onça de Pitangui/MG, pois á participação efetiva de toda a paróquia e a comunidades locais com intuito religioso e social. A edificação datada do século XVII apresenta partido retangular, de grande proporção. A nave central da Igreja apresenta coroamento em telhado de duas águas, com manto de cobertura em telhas cerâmicas e é mais alto que os dois corpos laterais. Estes últimos possuem telhado com caimento em apenas duas águas. No alto das duas torres e ao centro, esta a cruz, símbolo da Igreja Católica e do Cristianismo. A sineira se localiza nas duas torres laterais. Na fachada frontal, o pano de vedação é de vários tamanhos e emoldurados por elementos de arco e material metalon pintados em bege, sendo que nas demais fachadas a quantidade de janelas se diferenciam alem de algumas não possuírem arcos como detalhe, todas em estilo basculante, as portas são em madeira maciça de duas folhas com arcos em madeira, pintada na cor bege tinta acrílica. Para acessar sobem-se quatro degraus de escada. As alvenarias recebem pintura na cor azul claro internamente, com rodapé em granito e pilares pintados de bege, alem do forro em madeira pintados de branco. Adentrando a Igreja, na direita e na esquerda escada de acesso ao coro, onde se encontram escada de acesso as torres onde abrigam os sinos (datados de 1954) e acesso ao relógio (este parado devido a falta de manutenção – ainda em pêndulos), sendo estas escadas em madeiras bem desgastadas – o piso do coro e o guarda corpo é todo em madeira original. Todo o piso é em granito, mais claro e mais escuro, os bancos são em madeira, dispostos de maneira a forma um corredor central e dois laterais. As portas laterais dão acesso a da direita o pio batismal e oratório, na esquerda sacristia com acesso as imagem do altar. A igreja possui um altar central todo em granito, no qual esta localizado as imagens de Nossa Senhora Sant’Ana, São Francisco e outras. Na parte externa circunda a edificação um pequeno passeio em concreto de 1,20 metros, onde o piso externo é intertravado modelo casa de abelha, grama e muita arborização.

Tel.: (37) 3271-1005

Praça da Matriz, - Centro

CEP 35.655-000 - Onça de Pitangui - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

A Igreja fica na Praça da Matriz no centro de Onça.

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada, Auto-guiada, Guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Visita à Igreja Matriz de Sant'Ana e um momento para conhecer a história da igreja.

Acessibilidade