Construção datada de 1808 a 1810. Em 1825 o zoólogo, botânico e médico alemão russo Langsdorff passando por ela descendo o Rio das Velhas em suas pesquisas elogiou a construção feita com recurso próprio e mão de obra escrava feita fazendeiro padre João Marques Guimarães proprietário da fazenda barra de Jequitibá. Langsdorff menciona esta construção em seu livro "Diário de Langsdorff". Na época a ponte virou atração turística pois vinha muita gente de fora para conhece-la. Hoje em dia, só é possível vê-la no período de seca pois em períodos chuvosos ela fica submersa.

Tel.: (31) 3717-6222

gabinete@jequitiba.mg.gov.br

Rua Padre José Gonçalves, s/n -

CEP 35.767-000 - Jequitibá - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Atrás da Praça JK

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Não guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Visitação.

Informações complementares

A primeira ponto do Rio das Velhas servia de passagem para que fossem desembarcadas alimentos e especiarias para a corte que se encontrava em Sabará MG além de servir de ponto de passagem de bandeirantes e tropeiros que circulavam na região.

Acessibilidade