Em 1983, a ABCZ na gestão de Newton Camargos Araújo, decidiu realizar um projeto de "Comemoração dos 50 anos da ABCZ", propondo uma ampla recuperação da memória da Instituição desde os seus primórdios. Fez então um levantamento histórico visando uma publicação, durante o qual foram surgindo documentos, fotos, objetos, relíquias dos pioneiros, um rico acervo que merecia ser exposto de forma organizada. Com a ajuda do Sr. Arnaldo Rosa Prata, ex-presidente da ABCZ, que naquele momento ocupava o cargo de Secretário de Estado da Agricultura, interveio no sentido de obter assessoria e apoio da Superintendência de Museus do Estado de Minas Gerais, para a implantação do Museu do Zebu. Na época duas entidades se juntaram ao projeto da ABCZ: a Fundação Cultural e as Faculdades Integradas de Uberaba/FIUBE (hoje Universidade de Uberaba - UNIUBE), firmando uma parceria com o objetivo de "preservar a memória e a cultura do zebu". Várias pessoas participaram deste projeto, entre elas estão Maria Carmelita Rodrigues da Cunha (grande entusiasta da idéia), José Aparecido (Superintendente de Museus de Minas Gerais), Priscila Freire, Jorge A. Nabut (Fundação Cultural de Uberaba), Cristina Ávila, Maria Antonieta Borges Lopes (autora do livro ABCZ: estória e história e diretora do MZ de 1984 - 1988) e muitas outras pessoas que contribuíram para esse sonho ser concretizado. Após a elboração do projeto museal do Museu do Zebu, sua inauguração foi marcada para maio de 1984, ocasião das Comemorações dos 50 anos da ABCZ. O nome do Museu do Zebu escolhido homenageia um dos fundadores e ex-presidente da ABCZ, que havia falecido recentemente, o Sr. Edilson Lamartine Mendes. A inauguração do MZ em maio de 1984, pelo presidente da ABCZ Newton Camargos de Araújo foi aplaudida pelo Secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais, José Aparecido, afirmando que o "O Museu do Zebu vai se tornar a cassa de memória de Uberaba". Em 1987 a Fiube/UNIUBE se retirou da parceria responsável pela manutenção do Museu, sendo mantido o convênio com a Prefeitura Municipal, através da Fundação Cultural de Uberaba. Em 1991 o Museu do Zebu deixou de ser um Departamento da ABCZ, sendo criada a Fundação Museu do Zebu que lhe deu autonomia para buscar recursos financeiros próprios e mais agilidade de decisões e de ações, contando ainda com o recursos financeiros da ABCZ. Hoje a Fundação Museu do Zebu - "Edilson Lamartine Mendes" continua cumprindo seu papel de curar e conservar a história, a memória e a cultura do zebu, reafirmando esse compromisso todo dia com a sociedade e mantendo a "história sempre acesa".

Tel.: (34) 3319-3879

controladoria@abcz.org.br

Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 188, Bloco 22 - São Benedito

CEP 38.022-330 - Uberaba - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Parque Fernando Costa - ABCZ

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Auto-guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Feiras/exposições; Congressos; Convenções ; Festivas/shows; Seminários; Oficinas/workshops; Competições; Desfiles/passeatas; Encontros temáticos; Festas/celebrações.



Informações complementares

O Museu do Zebu, localizado no Parque Fernando Costa, onde ocorre a Expozebu, tradicional festa do boi zebu. No museu está um grande acervo de fotos e objetos que mostram a bravura dos pioneiros, as dificuldades enfrentadas para chegar a Índia e trazer os animais para Brasil.

Acessibilidade