Entre os anos de 1922 e 1924 o Coronel Eduardo Marquez (intendente municipal entre os anos de 1923 e 1926) construiu em Uberlândia um belíssimo imóvel para ser a sua residência. Naqueles anos, a edificação era suntuosa, com características monumentais que se assemelhavam às casas admiradas em São Paulo. A casa ficou pronta, e pouco tempo depois, em 1932, o Coronel vendeu o imóvel para o Senhor João de Oliveira Guimarães que logo o repassou, no ano de 1936, ao Dr. Laerte Vieira Gonçalves. O médico Dr. Laerte pretendia abrir uma Casa de Saúde e Maternidade e, por isso, foram necessárias algumas alterações no imóvel como a construção de dois novos espaços, destinados a ser o Centro Cirúrgico; além de adaptações hidráulicas e elétricas. A Casa continuou a desenvolver atividades médico hospitalares até o ano de 1961, quando foi alugada pelo proprietário para ser a Delegacia Regional de Polícia. Nesta época, a Casa sofreu novas alterações e foram realizadas intervenções estruturais, como o reforço das grades nas salas do porão que seriam utilizadas como cárcere. Em 1970, a Delegacia foi transferida de endereço e a casa permaneceu por um período sem função definida. Em 1972 a Casa abrigou a Superintendência Regional da Fazenda e no ano de 1975, através do Decreto 16.985, o Estado desapropriou a Casa dos herdeiros do Dr. Laerte por novecentos mil cruzeiros.

No ano de 1983, com a criação da Secretaria Municipal de Cultura, o poder público municipal solicitou ao Estado a doação do imóvel à Prefeitura para que ali fosse sediada a futura “Casa da Cultura”. Essa doação efetivou-se por meio do Projeto de Lei n. 8541/84 e do Contrato de Comodato firmado entre o Estado e o Município. Em seguida, a Prefeitura, em parceria como IEPHA (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico), iniciou o processo de restauração do edifício, recuperando alguns de seus elementos originais, como a pintura, ornamentos parietais e lustres, e removendo algumas estruturas que foram adaptadas em seu espaço interno. As atividades de restauração foram concluídas em 1985, inaugurando, portanto, a Casa da Cultura, um centro cultural onde são realizadas oficinas, projeções de filmes, dança, atividades culturais, palestras e exposições.

Inativa desde o ano de 1995, a Casa da Cultura passou por duas intervenções para novamente se tornar acessível à população de Uberlândia. Na primeira etapa da reforma foram realizadas a recuperação de portas e janelas, o recondicionamento do piso de tábua do pavimento superior e a reconstrução da escada de mármore da entrada principal. A segunda etapa, que ocorreu entre dezembro de 2005 e abril de 2006, concluiu a execução de instalações elétricas e do projeto de iluminação de emergência, e detalhes finais da reforma.

A Casa da Cultura é composta hoje por espaços para a realização de reuniões. Atividades Culturais, Galerias de Arte, e ainda muitas histórias e memórias remanescentes na sua bela e imponente arquitetura.

Praça Coronel Carneiro , 89 - Fundinho

CEP 38.400-218 - Uberlândia - MG

Informações úteis

Localização

Urbana

Pontos de referência

Acesso pela Rua Quinze de Novembro

Horário de funcionamento

Horário de funcionamento

Tipo de visita

Auto-guiada, Guiada

Entrada

Franca

Atividades realizadas

Exposições de artistas, obras literárias, pinturas.

Acessibilidade