Aventure-se no Destino Mantiqueira

28/01/2020

Por: Márcio Lucinda, Júlia de Oliveira e Flávia Ribeiro



Depois de contarmos um pouco sobre as “Águas que Curam” seguimos nossa jornada sobre o Destino Mantiqueira falando sobre Turismo de Natureza. Vale lembrar que a Serra da Mantiqueira, integra a lista das Reservas da Biosfera da ONU (Organização das Nações Unidas).





Foto: Cachoeira dos Garcias (Aiuruoca/MG) - acervo SECULT MG



Mas nem só de contemplação da natureza o turista vive! O lugar é perfeito para os amantes dos esportes na natureza. Enumeramos aqui algumas opções para vocês terem um gostinho da diversidade que a região oferece.



Banhos de cachoeira



As cidades de Baependi e Aiuruoca são destaques quando o assunto é cachoeira, essa dica vai pra quem ama aliar uma caminhadinha a um banho de cachu para lavar a alma! Juntas, elas reúnem mais de 200 cachoeiras. A Cachoeira dos Garcias, em Aiuruoca, possui uma queda de aproximadamente 30 m, águas cristalinas e piscina natural. A cachoeira é ideal para a prática de rapel em nível avançado (o equipamento tem que ser desmontado dentro da água). A cachoeira da Juju também é conhecida pelos praticantes de rapel, porém aqui o desafio é maior! São 130m de queda d'água para se aventurar! No topo da cachoeira você ainda pode se deleitar com um banho em um dos poços naturais (acesso por trilha). OBS:  é recomendável o acompanhamento de um guia local e em épocas de chuva sua aventura deve ser realizada em um veículo 4x4!



Trekking e hiking



As caminhadas são praticadas por toda a serra com motivações diversas. Para os que gostam de trekking e hiking há 3 dos 10 picos mais altos do país com acesso por MG: o Pico das Agulhas Negras (5º ponto mais elevado do Brasil, com 2.791m de altitude, dentro do Parque Nacional do Itatiaia), o Morro do Couto 2.680m (8º ponto de maior altitude do Brasil, com 2.680 m de altitude) e o Pico Três Estados (10º mais alto do Brasil, com 2.665 m de altitude). Você pode fazer, também, caminhadas com motivações espirituais e históricas como é o caso das rotas de Nhá Chica, Estrada Real e Caminho da Fé.





Foto: Parque Estadual de Ibitipoca/ MG - Márcio Lucinda Lima



Mountain bike e cicloturismo



Outra atividade muito presente no destino é o moutain bike e o cicloturismo com inúmeros roteiros para os amantes do pedal!  O local possui opções com menos de 10 Km a roteiros com mais de 300 Km. A Volta das Transições  é uma excelente pedida para quem quer levar a sua magrela para percorrer serras, campos e florestas em uma aventura pelos mais remotos e belos caminhos do interior.





Foto: Serra de Lima Duarte/ MG - Márcio Lucinda Lima



Esportes aquáticos



A região é ideal, também, para a prática de esportes aquáticos (canoagem, rafting, stand up paddle, floating e boia cross) podendo ser praticados em municípios como Extrema, Santa Rita de Jacutinga, Lima Duarte, GonçalvesSantana do Garambéu, entre outros. O Encontro Anual de Canoagem Turística e Ambiental da Rota dos Bandeirantes é uma expedição de canoagem no alto rio Grande, que liga os municípios de Lima Duarte (comunidade do Souza) a Santana do Garambéu em um percurso de 60 km de navegação e acontece na sexta feira após o carnaval. A boa notícia é que o evento não é destinado somente a especialistas em canoagem, o trajeto é fácil e adequado a iniciantes! Uebaaa...





Foto: Rio Grande (Lima Duarte/MG) - Márcio Lucinda Lima



Balonismo



Além de todas essas possibilidades você ainda pode ter uma das experiências mais marcantes do turismo de aventura: o balonismo. O nosso mar fica nas alturas, a mais de mil metros de altitude, onde ultrapassamos a barreira das nuvens utilizando o meio de locomoção aéreo mais antigo da humanidade: o balão de ar quente.





Foto: Céu de São Lourenço/ MG - Elder Lúcio



Após tantas opções e informações é impossível não se apaixonar pela Mantiqueira, não é mesmo?!



Consulte aqui os receptivos turísticos que podem te ajudar a conhecer esses lugares incríveis.



 



Conteúdo Relacionado