Turismo em Minas Gerais | Gosto de Minas: Sabará de comer rezando!

Gosto de Minas: Sabará de comer rezando!

Foto por: Foto: Milsane Sebastião
Atualizado em: 25/09/2020

As cidades históricas de Minas guardam relíquias incontáveis e a gastronomia local é uma delas. Esses locais têm sempre um lugar especial nos nossos corações e, com certeza, serão parada certa, quando voltarmos a colocar o pé na estrada. 
A receita do dia vem de uma das cidades mais antigas do estado e que comemora aniversário hoje! Sabará é um lugarzinho aconchegante, desses que a gente se apaixona à primeira vista.

Banana, ora-pro-nóbis e jabuticaba

Além da importância histórica e cultural, da natureza exuberante e do fácil (e rápido) acesso pela capital mineira, o lugar é um reduto de sabores, que ao longo desses 309 anos continuam preservados na comida feita ali. Entre os itens tipicamente presentes na gastronomia sabarense, três se destacam: a banana, o ora-pro-nóbis e a jabuticaba. 
Esses ingredientes são encontrados na simplicidade dos quintais das casas, onde nossa culinária se desenvolveu e, em Sabará são plantados e colhidos com carinho de quem sabe o valor que esses itens tem. 
As bananas de Ravena (distrito da cidade) ganharam lugar na mesa em doces, quitandas, mas também compõem pratos salgados, são verdadeiras delícias, como a farofa de banana e o chips. Nos anos 70, Ravena chegou a ser o maior produtor mineiro de banana.
Com a jabuticaba não poderia ser diferente, são inúmeros os quintais que contam com a beleza e a imponência das árvores, cuja fruta pequena forra o chão no último trimestre do ano.  Tem molho de pimenta com jabuticaba, calda doce, sorvete, licor, vinho… hummm só de pensar já dá água na boca! 
O ora-pro-nóbis, além de seu sabor marcante, que ainda no ciclo do ouro conquistou seu espaço na mesa das famílias mineiras, é uma rica fonte nutricional. Contendo diversas vitaminas, entre elas ferro, cálcio, vitamina C e fibras, com certeza traz um toque especial e característico pras receitas em que é incluído. 
Para celebrar o aniversário dessa jóia mineira, convidamos uma sabarense típica, a Milsane que trouxe pra gente um menu simples de se fazer mas ao mesmo tempo super gostoso, combinando esses três itens deliciosos de uma forma que vai conquistar e deixar com mais vontade de ir a Sabará. 
Viva Sabará e viva a comida Sabarense, que agrada aos olhos, ao estômago e nos transborda de orgulho! Anota tudo aí, e depois compartilha com a gente nas redes sociais!

Jabuticaba no angu, rapadura de banana no filé e ora-pro-nóbis no adorno 

Ingredientes do Angu
3 colheres de sopa de fubá de moinho d'água;
200ml de caldo de carne, fruto da cocção de 03 costelinhas seladas na geléia de jabuticaba;
01 taça de vinho de Jabuticaba;

Ingredientes do Filé
01 Peça de filé mignon suíno;
02 colheres de geleia de jabuticaba diluídas no microondas com 50ml de água;
Alho, cebola, azeite e sal;

Ingredientes da Farofa
300g de farinha de panko;
50g Castanha;
50g Cebola em Brunoise;
50g de bacon
50g de lascas de rapadura de banana.

Modo de Fazer
Comece pelo angu.
Coloque na panela o caldo de carne e 200ml de água, deixe pegar fervura e acrescente o fubá diluído na água, vá mexendo até cozinhar. E demora um pouquinho.
Enquanto isso coloque um fio de azeite na frigideira, acrescente a geleia e sele o filé.
Coloque no forno e deixe assar por cerca de 30 minutos.
Enquanto isso em outra frigideira frite o bacon, dissolva a rapadura de banana, acrescente a cebola, deixe fritar levemente e acrescente a farinha. Quando a farinha se amorenar, coloque a castanha. 
Na mesma frigideira da selagem da carne, coloque as folhas de ora-pro-nóbis deixe murchar e desligue o fogo.
Monte em um prato fundo começando pelo angu, depois o filé, pincele o caldo de carne no filé. Aconchegue a farofa em cima do filé e deixe cair ao lado e em cima do angu.
O ora-pro-nóbis use como adorno.

Comentários