Rotas e Destinos - Mentes Criativas Mineiras

04/11/2019

Por: Júnia Cândido / Foto: Gino Crescoli por Pixabay



Gênios são pessoas com um talento criativo fora do comum. E aqui em Minas Gerais nós temos os nossos! Já pensou em conhecer e estar em lugares onde eles viveram? Respirar essa atmosfera para ter esperança de uma inspiração. Vem dar um pulinho em Minas para conhecer mais sobre essas personalidades!



Santos Dumont: o criador do voo motorizado



Se você pertence ao grupo de pessoas que ama viajar pelo mundo, você deve isso a um mineiro.



Alberto Santos Dumont é um dos mineiros que mais orgulha o país, já que foi reconhecido como o pai da aviação. Em um desafio lançado pelo Aeroclube de Paris em 1906, Santos Dumont foi quem completou o voo em torno da Torre Eiffel com seu 14-Bis, tendo recebido prêmios na França e Brasil por esse feito.



Existe uma polêmica em torno da criação do avião, Santos Dumont versus irmãos Wright. Os norte-americanos reivindicaram, à época, terem sido os primeiros a realizar um voo cerca de três anos antes do 14-Bis, porém, a Federação Aeronáutica Internacional reconheceu o voo de Santos Dumont, com registros de juízes do Aeroclube de Paris, como o 1º voo motorizado e sem qualquer propulsão, realizado por aparelho mais pesado que o ar.



Outro ponto a ser considerado quanto ao mérito de Dumont é seu espírito visionário e sua generosidade. Ele sonhava com a popularização de aviões, por isso publicou em uma revista científica as plantas e projetos de seu ultraleve, o Demoiselle, dando o pontapé para o crescimento na produção de aviões. Por tudo isso, Santos Dumont se tornou símbolo de inovação.



Quer conhecer mais sobre a vida e obra desse mineiro que podemos chamar de “o cara”? Conheça a pequena cidade de Santos Dumont, rebatizada em homenagem a esse grande aviador, na Zona da Mata mineira. Lá está o Museu de Cabangu, registro de quando essa grande personalidade habitou a fazenda que existiu no local. O próprio Santos Dumont, em vida, desejou que a fazenda fosse preservada e assim ela se tornou um museu que conta com objetos pessoais de Dumont, além de réplicas de aviões e motores.



                                               



Fotos: 1. Ilustração de voo do 14 Bis. Crédito: Domínio público - Wikimedia Commons/ 2. Alberto Santos Dumont (1918). Crédito: Domínio público - Wikimedia Commons



João Guimarães Rosa: reinvenção literária



O mineiro João Guimarães Rosa é até hoje uma das maiores expressões literárias do país e um orgulho para os mineiros. O seu legado é a reinvenção da expressão por meio da língua portuguesa e de técnicas narrativas.



Guimarães Rosa trazia em seus textos o dialeto do interior de Minas, a fala simples recheada de vocábulos e expressões regionais. O desafio de Guimarães Rosa era o de narrar o contexto sertanejo a partir da simplicidade da fala cotidiana, o que resultou em obras-primas com invenções de palavras, como em “Grande Sertão: Veredas”, “Sagarana”, e tantos outros, além do seu reconhecimento para ocupar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras.



Guimarães Rosa nasceu em Cordisburgo, cidade a 140 km da capital mineira. Na cidade está uma das antigas casas em que o escritor morou, o Museu Casa Guimarães Rosa. O museu conta com um excelente acervo de sua vida e obra, como rascunhos e originais de centenas de textos, roupas, móveis e objetos pessoais, inclusive de sua vida enquanto médico e diplomata.



Além disso, no museu é desenvolvido o projeto educativo Grupo de Contadores de Estórias Miguilim, em que jovens da cidade narram estórias e contam mais sobre Guimarães Rosa aos visitantes da casa. Imperdível!



                                               



Fotos: 1 e 2. Museu Casa Guimarães Rosa. Crédito: Ronaldo Alves/ 3. Guimarães Rosa em viagem. Crédito: Eugênio Silva - Wikimedia Commons



José Giglio da Silva: atualização do conceito de bom demais da conta!



Mas afinal, quem é José Giglio da Silva? Esse belo-horizontino pode ser considerado um dos grandes criadores mineiros. Por que? Vamos por partes.



1ª Verdade: mineiros amam queijo. 2ª Verdade: mineiros produzem os melhores queijos. 3ª Verdade: mineiros amam e produzem doces deliciosos. 



Dito isso, temos a nossa relevante invenção, que certamente vai te dar água na boca e é uma criação culinária: o queijo trufado. Essa invenção merece o topo do pódio!



De doce de leite, goiabada cascão, chocolate com avelã, a pastas salgadas, como requeijão com azeitona preta, requeijão com rúcula, orégano e azeite... Não há limites para a criatividade desse mineiro.



José Giglio ainda não ganhou um museu em sua homenagem, mas achamos que seria muito válido um tributo desses no futuro.



E aí, também sentiu que essa delícia é sua mais nova necessidade, que vai revolucionar sua vida?



                                        



Fotos: 1 e 2. Queijos trufados com doce. Crédito: Acervo Secult MG por José Giglio/ 3. José Giglio. Crédito: Acervo Secult MG por José Giglio



Playlist -  Clique aqui para ouvir todos os episódios do Rotas e Destinos, o programa que vai te fazer colocar os pés na estrada, com  dicas e curiosidades dos melhores destinos em Minas Gerais!



Conteúdo Relacionado