Foto: Hálesi de Carvalho Gomes

 

Antônio Dias, cidade mais antiga do Colar Metropolitano do Vale do Aço, em seu vasto território podemos encontrar belíssimos patrimônios históricos material e imaterial e um amplo cenário turístico em meio rural. Os principais eventos realizados se configuram como importantes atrativos, destacando a Festa de São Benedito, celebrada com missas e procissões pelas ruas da cidade, sendo realizada anualmente no Ano-Novo; as celebrações da Semana Santa, em março ou abril, com missas, encenações e procissões em homenagem à vida, paixão e ressurreição de Jesus e as festividades do aniversário da cidade, que apesar de ser comemorado em 1º de junho, tem sua programação estendida por alguns dias com espetáculos musicais e atividades esportivas, de lazer e entretenimento abertas à população.

Os principais atrativos arquitetônicos situados no município são a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré, construída pelo bandeirante Antônio Dias de Oliveira, que foi sepultado em seu adro em 1736, após sua morte aos 90 anos de idade; a Igreja de São Geraldo, construída pelo Tenente-coronel Fabriciano Felisberto Carvalho de Brito, sendo onde estão seus restos mortais; a Igreja do Arraial Velho, que foi a primeira do município e serviu de residência a Antônio Dias; e o prédio antigo do primeiro Colégio Estadual Antônio-diense, que também já foi sede da Companhia Vale do Rio Doce (atual Vale). 

Também há atrativos naturais, tais como as trilhas, matas, lagoas e cachoeiras existentes na zona rural do município, muitos abertos à visitação. São alguns deles as cachoeiras da Prainha, Serra Negra, do Salto, e Cascatinha; a Gruta de São Joaquim da Bocaina e a Lagoa do Teobaldo.

Ver mais