Foto: Acervo Setur-MG / Breno Rodrigues

É Minas na divisa, alegre, com a Bahia. É alegre pela carne de sol, pelo tropeiro e pelo queijo cabacinha pendido na rodovia. Via do tempero baiano, do tempero mineiro. É oxe! É uai! É um mineiro ali, é um baiano aqui. Essa mistura, de culturas, se encontra é com fartura. Pra qualquer viajante, é tudo abundante. É um vai e vem. É gente de lá e gente de cá. É a Rio-Minas-Bahia. Na 116, todos os dias, tudo outra vez.

Terra plana, com povo hospitaleiro que encanta. Em cada canto, um recanto. Divisa Alegre é pura inspiração, basta ir à feira livre e apreciar tamanha fascinação.

Ver mais