A região de Dom Joaquim fazia parte de uma rota de mercadorias que passava por grandes cidades, como Ouro Preto, Mariana, Sabará, Rio de Janeiro, Conceição do Mato Dentro, Serro e Diamantina. O nome do município é uma homenagem ao primeiro arcebispo da Arquidiocese de Diamantina, Dom Joaquim Silvério de Souza. Os habitantes, procedentes do serro e de Conceição do Mato Dentro, foram atraídos pelas riquezas do lugar e pela abundância de peixes no rio que corta o município: o Rio do Peixe. Os principais atrativos da cidade são o Recanto da Represa ou Barragem e o Rio Preto do Meio.
Dicas de Viagem: O calendário oficial da cidade promove festas variadas, como a Turma da Cavalgada, em fevereiro, a Festa Junina, em junho, a Festa de Santana e a Festa de São Domingos, em julho. Em setembro acontece a Festa do Peão de Boiadeiro e em dezembro, a Festa de Emancipação Política da cidade.

Ver mais