Foto: Acervo Setur-MG / Sérgio Mourão

 

    Criada em 1715 por bandeirantes, Pitangui ficou conhecida como “Cidade-presépio” por ser a mais antiga da região Central de Minas Gerais. O patrimônio cultural da cidade abrange históricos casarões, monumentos e igrejas dos séculos XVIII e XIX. E também merecem destaque o  Casarão de Maria Tangará, o Sobrado do Padre Belchior, a Igreja Matriz Nossa Senhora Do Pilar, a Capela de São Francisco, a Capela do Senhor Bom Jesus, o Chafariz da Praça, o Instituto Histórico de Pitangui e a Mina da Lavagem. Pitangui proporciona ao visitante momentos de encontros com a natureza. As Matas do Céu, da Pedreira e da Rocinha, os Rios Pará e São João e a mina d’água da Gameleira oferecem momentos de relaxamento ao turista. No alto da Serra da Cruz do Monte fica o Cristo Redentor de onde se pode observar toda a cidade. Dicas de Viagem Pitangui presenteia o visitante com tradicional artesanato. São diferentes peças entre bordados, peneiras, redes para pesca, balaios, gaiolas, utensílios em folhas de flandres, cestos e peças em barro e argila.

Ver mais