Foto: Sérgio Mourão

Esta região oferece muitos atrativos culturais, ecológicos e propicia para a prática de esportes de aventura, como rapel, tirolesa e voo livre. Algumas das atrações naturais são: a Serra de São Domingos, com 1.686 m de altitude; o Pico do Gavião; e as Pedras do Elefante e do Pântano. A região é conhecida também por sua tradição vinícola trazida dos imigrantes do norte da Itália.

Por onde você vai passar

Como dividir sua viagem

Dia 1

Poços de Caldas
Saída para a represa formada por um lago artificial, com opção de passeio de escuna e/ou pedalinho com almoço no local. Após almoço, visita aos principais pontos turísticos: Recanto Japonês, a Fonte dos Amores, Pedra Balão e compras nas lojas de produtos típicos de cosméticos sulfurosos, cristais com a tradição italiana de Murano, queijos e vinhos, entre outros, propiciando ao visitante conhecer um pouco da cidade, bem como seus produtos típicos.

Dia 2

Poços de Caldas/ Caldas
Saída para Caldas para conhecer os principais atrativos da cidade com visita ao hotel mais antigo do Brasil em funcionamento, lojas de artesanato e banho de relaxamento nas termas do Balneário. Almoço. No retorno para Poços de Caldas, parada no mercado municipal para um delicioso café com quitudes mineiros.

Dia 3

Poços de Caldas/Andradas
Saída para percorrer a Rota dos Vinhos, um passeio imperdível através do processo de produção do vinho em sete vinícolas, cada uma com sua característica peculiar. Durante a rota, acontecem degustações de sucos e vinhos. Almoço e saída para compras de produtos típicos da região.
Opção: Sinfonia das Águas. Orquestra Sinfônica da cidade, com repertório que vai do erudito passando pelos clássicos do cinema e finalizando na MPB. A Sinfonia acontece no Parque José Antônio Junqueira, às 21 horas de sextas-feiras, com calendário pré-definido.

Atrações para você visitar