Foto: Sérgio Mourão

Lugar onde nascem as águas: esse é o significado de Mantiqueira em tupi-guarani. São rios preservados, cachoeiras e poços de águas transparentes que se espalham pelas cidades de Itamonte, Pouso Alto, Itanhandu. Itamonte abriga o primeiro parque nacional brasileiro, o Parque Nacional do Itatiaia, com trilhas que levam aos Picos das Agulhas Negras e das Prateleiras, sendo muito procurado por alpinistas e caminhantes. Itanhandu chama atenção pelas paisagens bucólicas de sua área rural e pela proximidade da nascente do Rio Verde, no alto da Serra,a apenas 20 km da cidade. Caminhadas para todas as idades, com ou sem guia, banhos de cachoeiras, mountain bike, voo livre, pousadas acolhedoras, comida boa e farta, mel puro, água mineral diretamente da fonte e cachaças artesanais são apenas algumas das delícias que você vai encontrar pelo caminho.

Por onde você vai passar

Como dividir sua viagem

Dia 1

Pela manhã, uma bela caminhada contornando a face oeste do Pico das Agulhas Negras até chegar ao cume da Pedra do Altar, que, por sua localização central no planalto do Itatiaia, dá uma boa vista para todos os principais picos da região.

Dia 2

Saída para conhecer a história e as belezas naturais da cidade. Para os aventureiros, explorar a Serra das Prateleiras pela crista, observando o vale profundo formado pelas encostas da Mantiqueira e abaixo, o Vale do Paraíba. A caminhada culmina no Morro do Couto, uma das montanhas mais alta do Brasil, com 2.680m do nível do mar. Outra rota para se atingir o cume é saindo do Pico das Prateleiras e seguindo pela crista da montanha até o alto. Do topo, tem-se uma vista incrível do Pico das Agulhas e da Serra Fina.

Dia 3

Saída para o Pico do Papagaio que consiste em uma terminação de um esporão do maciço do Itatiaia, pertencente ao conjunto da Serra da Mantiqueira. Imponente pela sua grandiosidade e de um azulado inconfundível, com seus 2100 m de altitude e por estar dentro do Parque Estadual Serra do Papagaio. Do seu cume podem ser avistadas pelo menos 10 cidades da região. Um de seus acessos é pelo vale do Matutu, uma região muito especial onde vive uma comunidade do Santo Daime, que tem uma vida voltada para a natureza com alimentação natural.

Atrações para você visitar