Turismo em Minas Gerais | Ponte Nova

  • Alerta de viagem: Covid-19

    Entre em contato com o estabelecimento para mais informações

    Atualizado em 15/10/2020

    Barreiras Sanitárias

    Funcionamento - Quantidade

    Funcionamento - Carga Horaria

Cemitério dos Escravos

Construído há mais de dois séculos, caracteristicamente simples, contornado por um muro de pedras, o cemitério surgiu da necessidade de um espaço exclusivo para o sepultamento dos escravos, uma vez que a conjuntura social da época não permitia a mistura das raças. O período do uso do cemitério termina com a abolição da escravidão no Brasil. A partir daquele momento, os negros passaram a ser sepultados nos cemitérios do Pontal e de Chopotó. Localizado na Fazenda Urtiga, em terras que pertenceram ao Barão do Pontal, grande fazendeiro e proprietário de escravos. Após a abolição, alguns senhores de engenho concederam um pedaço de terra na outra margem do Rio Piranga, próximo ao cemitério, para a construção de um quilombo, do qual não existem mais vestígios, senão o próprio cemitério. Do local, se tem uma bela vista do Rio Piranga.

Ver mais

  • Localização

    Rural

    Fazenda da Urtiga (Usina do Pontal) , S/N - Rosário do Pontal

    CEP 35.435-500 - Ponte Nova - MG

  • Pontos de Referência

    Partindo da Praça Getúlio Vargas, seguir pela Avenida Caetano Marinho, Avenida Custódio Silva e seguir pela rodovia MGT-120, sentido Rio Doce até o Distrito de Rosário do Pontal, na fazenda da Urtiga, antiga Usina do Pontal. A partir da Usina, o aceso somente pode ser feito a pé, em trilha.

  • Horário de Funcionamento

  • Tipo de Visita

    Auto-guiada;

  • Entrada

    Franca

  • Atividades Realizadas

    Estudos e pesquisas.

  • Acessibilidade