Turismo em Minas Gerais | Conheça a origem e aprenda a receita do Arroz Carreteiro

Foto por: Acervo Rede Minas
Atualizado em: 25/02/2022

Gosto de Minas:Conheça a origem e aprenda a receita do Arroz Carreteiro

Conheça a origem do arroz carreteiro e aprenda a fazer essa deliciosa receita, que nasceu no Sul do país e ganhou versões até se tornar ícone da cozinha mineira.

Além de receber influência das cozinhas portuguesas, africanas e indígenas, a intercessão da cozinha mineira com as outras culinárias feitas no Brasil reflete a nossa capacidade de acolher e valorizar o que é bom, principalmente quando o assunto é o paladar! A receita de hoje é um desses exemplos, um prato que nasceu no sul do país e ganhou as estradas brasileiras, hoje é típico de diversas cidades nas Minas Gerais: O Arroz Carreteiro.

Como surgiu o Arroz de Carreteiro?

O prato surgiu com os carreteiros que atravessavam o sul do país em carretas puxadas por bois. Para se alimentar, os trabalhadores levavam uma espécie de carne de sol ( que na região é conhecida também por charque) em conserva para compensar a falta de geladeira. O preparo era simples, a mistura da carne com o arroz era feita em panelas de ferro, trazia sustância e garantia fôlego para que a viagem seguisse normalmente.

Não é de se espantar que a receita práticasaborosa ganharia as estradas do Brasil. Em Minas se tornou popular quando os gaúchos começaram a trazer a charque e difundiram a receita.

O toque Mineiro

A gastronomia mineira é conhecida entre outros fatores pelo tempero apurado, pelo modo de preparo sempre adicionando nossas especiarias, pancs e até itens a receitas que naturalmente já são deliciosas.

E aí não tem jeito né, a máxima de Guimarães Rosa de que “é junto dos bão que a gente fica mió” certamente se encaixa nas nossas panelas, ingredientes selecionados, típicos, que conversam entre si e conferem o sabor da mineiridade aos pratos.

Com o arroz de carreteiro não poderia ser diferente, ao longo do território mineiro é possível encontrar o mesmo prato com preparações diferentes nos ingredientes mas igualmente saborosas. Aquele tempero mineiro que tem muito sabor e afeto, sabe?

Por falar em Sabor e Afeto...

O prato, que já é um ícone da cozinha brasileira, e mineira ganhou uma gravação especial do programa Sabor e Afeto da Rede Minas, e o Edyvan, cozinheiro de Vazante, cidade a noroeste mineiro, que encanta pelos potenciais de turismo religioso, rural e até de aventura, um destino relativamente pequeno, mas gigante em acolhimento, bem a cara do mineiro né?

A prosa tá ótima, mas a gente sabe que vocês estão com água na boca pela receita, correto? Por aqui também estamos! Aproveite as dicas do Edyvan e arrase no arroz carreteiro.

Arroz Carreteiro

Ingredientes:

200g de carne de sol

200g de linguiça calabresa

200g de bacon ou barrigada suína fresca

03 xícaras de arroz branco

02 tomates picados sem semente

02 cenouras raladas

01 cebola

03 dentes de alho amassados

Sal a gosto, páprica defumada, açafrão, orégano seco, cheiro verde a gosto

Modo de fazer

  1. Primeiro frite a barrigada ou o bacon na panela bem quente, retire quando estiver bem dourado, e frite as demais carnes em separado.
  2. Quando tudo estiver bem frito, junte novamente todas as carnes na panela, acrescente a cebola e o alho, deixando dourar bem, depois junte o açafrão, a páprica, o sal e o orégano.
  3. Junte o tomate e a cenoura e deixe refogar por alguns minutos. Junte o arroz, refogue para que se misturem todos os sabores, e acrescente água o bastante para cobrir, coloque mais água assim que secar a primeira.
  4. Deixe cozinhar bem, e lembre-se que o arroz não pode secar muito, prefira-o mais molhadinho.
  5. Acrescente o cheiro verde e sirva com um delicioso tutu de feijão fresquinho. Se quiser, também pode servir junto algumas fatias de abacaxi com hortelã, ajuda a ter um prato refrescante.

E aí, gostou da receita? Aprenda a fazer o acompanhamento perfeito pro arroz carreteiro na nossa matéria sobre o Tutu de Feijão!

Sobre o Autor

Luís Carneiro

Mineiro dos pés à cabeça. Marketólogo. Turismólogo em formação, que ama ver, ouvir e escrever sobre as belezuras desse Brasil.

Comentários