Turismo em Minas Gerais | Conheça o novo Circuito Liberdade

Conheça o novo Circuito Liberdade

Foto por: Praça da Liberdade - Ascom Secult MG
Atualizado em: 06/11/2020

Conheça o novo Circuito Liberdade

                                                                                O Circuito Liberdade, bem no coração de BH, guarda um universo de atrações culturais. E o melhor: ele está crescendo.

O complexo cultural do Circuito Liberdade teve seu início com a idéia de tornar as proximidades da Praça da Liberdade uma referência na valorização e preservação da arte e cultura, concentrando diversos espaços culturais. Dessa proposta nasceu em 2010 um dos maiores complexos culturais do país.

Hoje o Circuito Liberdade ganha mais um reforço, passando a contemplar outras tantas atrações culturais que estão dentro do traçado original da capital Belo Horizonte: a Av.  do Contorno.

Com a centralidade na praça e os 17 equipamentos culturais até então existentes, a perspectiva da atual gestão do complexo cultural é que o Circuito Liberdade chegue a 40 espaços.

As temáticas, conceitos, histórias e acervos tão diversos tornarão possível a criação de rotas temáticas e redes de articulação, inclusive com representantes da nossa queridinha gastronomia, grande representante da cultura mineira. Dá pra sentir o cheiro de boas novidades chegando....

 

 

Um pouco de história

Para criar a nova capital mineira Aarão Reis propôs um traçado que delimitasse a área urbana da cidade. Em 1895 a Avenida do Contorno materializou o desenho da nova capital, concentrando dentro dessa região as primeiras construções, como praças, prédios governamentais e casas.

A Praça da Liberdade foi escolhida para ser a sede do governo, abrigando o Palácio da Liberdade e secretarias a sua volta. A inauguração da nova capital aconteceu em 12 de dezembro de 1897, a da Praça da Liberdade em 1898.

Os inúmeros prédios que foram construídos com as mais diferentes finalidades foram ressignificados e, hoje, tornaram-se muito mais que belíssimas fachadas que formam a paisagem cultural belo-horizontina, são espaços culturais e de diálogo com a sociedade.

 

O que visitar no novo Circuito Liberdade

A melhor notícia é que este grande complexo cultural segue crescendo.

Confira aí as atrações culturais que já se juntaram ao Circuito Liberdade, tem opções para todos os gostos. E o melhor: já tem espaços reabertos para a visitação.

 

Espaços do Circuito Liberdade reabertos a visitação

 

1. Museu Mineiro

O que é: Riquíssimo acervo que reúne imagens sacras, equipamentos litúrgicos, mobiliário, moedas, armas e achados arqueológicos. São mais de 3.500 peças, com peças do barroco mineiro, como do mestre Ataíde, e de importantes artistas mineiros, como Celso Renato, Inimá de Paula, Amilcar de Castro, Márcio Sampaio, Carlos Bracher e Aníbal Mattos, além de renomados artistas brasileiros como Volpi e Di Cavalcanti.

Endereço: Avenida João Pinheiro, 342

Funcionamento: Terça a sexta-feira, das 12h às 19h (fechado às segundas -feiras)
Sábado e domingo, das 12h às 19h

Visitas guiadas: (31) 3269-1103 / museumineiro@cultura.mg.gov.br

Entrada gratuita

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Visite Minas Gerais (@visiteminasgerais) em

 

 

2. Museu dos Militares Mineiros

O que é: Espaço de exposição de acervo e temáticas militares, o MMM busca ainda o diálogo entre as corporações militares e a sociedade civil.  O acervo em exposição é composto por coleções pertencentes à PMMG e ao CBMMG. 

Endereço: Rua Aimorés, 698

Funcionamento: Segunda a sexta de 11h às 17h.

Informações: (31) 3273-4489 /museumilitares@secult.mg.gov.br

Entrada gratuita

 

3. Centro Cultural Banco do Brasil

O que é: Ao todo são 8.000 m² abertos ao público, o que coloca o CCBB BH entre os maiores espaços culturais do Brasil.

De estilo eclético, com influências neoclássicas e art déco, o edifício foi inaugurado em 1930. Possui 1.200 m² de área para exposição; duas salas de mostras permanentes; teatro; sala multiuso para atividades audiovisuais, debates, conferências, oficinas, palestras, atividades interativas e educacionais, além de ambientes de convivência, lazer, alimentação e loja para comercialização de produtos culturais.

O equipamento recebe eventos nas áreas de artes cênicas, cinema, exposições, música e educação, oferecendo uma programação regular com qualidade, diversidade, a preços acessíveis, dirigida a todos os segmentos da sociedade.

Endereço: Praça da Liberdade, 450

Funcionamento: Quarta a segunda, das 10h às 22h (fechado às terças-feiras).

Informações: (31) 3431-9400

Entrada gratuita

 

4. Casa Fiat de Cultura

O que é: O especa exibe gratuitamente importantes exposições nacionais e internacionais, além de manter em exibição permanente no hall principal a obra “Civilização Mineira”, maior painel de Candido Portinari em Minas Gerais.

Além do calendário regular e gratuito de exposições, a casa ainda oferece uma programação de palestras sobre arte, história, fotografia, design e atividades educativas idealizadas para cada mostra, com ateliês abertos ao público.

Exposição: Morar Contemporâneo: 4 As do Made in Italy

De 30 de outubro de 2020 a 30 de novembro de 2020

Endereço: Praça da Liberdade, 10 - Funcionários

Funcionamento: Terça a sexta-feira, das 10 às 21 horas. Sábados, domingos e feriados, das 10 às 18 horas.
Informações e visitas guiadas: (31) 3289-8900 / agendamento@fcagroup.com

Entrada gratuita

 

5. Centro de Arte Popular Cemig

O que é: Apresenta um amplo panorama de obras que privilegiam a riqueza e a diversidade das manifestações culturais populares. O espaço recebe eventos de artes visuais e cênicas, música e educação.

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 1.608

Funcionamento: Terça, quarta e sexta-feira | das 10h às 19h; Quinta-feira | das 12h às 21h; Sábado e domingo | das 12h às 19h.

Informações: (31) 3222-3231

Entrada gratuita

 

6. Palácio das Artes

O que é: Complexo cultural que reúne: o Grande Teatro Cemig Palácio das Artes, Grande Galeria Guignard, PQNA Galeria Pedro Moraleida, e, no Passeio Niemeyer, o Cine Humberto Mauro, Sala Juvenal Dias, Teatro João Ceschiatti, Galeria Mari’Stella Tristão, Acervo FCS, Galeria Aberta Amilcar de Castro, Galeria Genesco Murta, Galeria Arlinda Corrêa Lima, Midiateca João Etienne Filho e Arena Cefart, além do Café do Palácio e da Secretaria do Cefart.

Exposição inédita: Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça

De 3 de novembro de 2020 a 24 de janeiro de 2021
Visitação: quinta a domingo (12h às 20h de quinta a sábado e 16h às 20h aos domingos)

Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro – Belo Horizonte

Funcionamento: (31) 3236-7400/ centrodearte@palaciodasartes.com.br

Visitas: (31) 3269-1103 / museumineiro@cultura.mg.gov.br

Entrada gratuita

 

7. CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas

O que é: O espaço é dedicado à potência da fotografia mineira contemporânea. Além de ser um espaço expositivo, tem o compromisso de desenvolver a formação de público no segmento das artes visuais.

Endereço: Av. Afonso Pena, 737 – Centro

Funcionamento: de quinta a sábado, das 12h às 20h.

Informações: (31) 3222-6917

Entrada gratuita

 

Espaços aguardando liberação para reabertura 

 

8. Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais

O que é: Reúne mais de 570 mil exemplares disponíveis, incluindo obras raras e representativas de autores nacionais e estrangeiros, além de grande acervo digitalizado, coleção infantojuvenil, jornais e revistas novos e antigos, audiolivros e acervo em Braille. O espaço também conta com teatro, sala de cursos e galeria de arte.

Endereço: Praça da Liberdade, 21

 

9. Palácio da Liberdade

O que é: Sede e o símbolo do governo de Minas Gerais. A inauguração da construção aconteceu em 1898.

O estilo arquitetônico escolhido para a sede de governo da nova capital mineira foi o eclético, de influência francesa. A construção marca o esforço de negação ao período colonial e a todos os seus símbolos, como é o caso do barroco, estilo muito difundido na antiga capital mineira, Ouro Preto.

No interior do Palácio é possível ver sua luxuosa decoração, como a bela escadaria principal, trazida da Bélgica, e seu rico mobiliário.

Endereço: Praça da Liberdade, s/n

 

10. Arquivo Público Mineiro

O que é: Criado em 1895, o Arquivo Público Mineiro é a instituição cultural mais antiga de Minas.

No Arquivo Público estão expostos documentos dos períodos colonial, imperial e republicano, como fotografias, mapas produzidos nos séculos 18 e 19, documentos referentes à Inconfidência Mineira, à escravidão, ao movimento imigratório em Minas e um conjunto de filmes que reúne curtas, documentários e solenidades que marcaram a história de Minas Gerais ao longo do século 20.

Possui, ainda, uma biblioteca especializada em história de Minas Gerais e arquivologia, reunindo obras raras e preciosas.

Endereço: Av. João Pinheiro, 372

 

11. Cefart Liberdade

O que é: Formação em arte nas áreas de teatro, dança e música. Oferece cursos livres, profissionalizantes e de extensão a crianças, jovens e adultos, além de cursos em tecnologia do espetáculo nas áreas de iluminação, sonorização, figurino e cenografia.

Endereço: R. Sergipe, 884

 

12. Academia Mineira de Letras

O que é: O espaço, além de eventos, abriga um acervo de 28 mil títulos e 32 mil exemplares, entre obras raras e únicas, inclusive de produção literária dos acadêmicos.

Endereço: Rua da Bahia, 1.466

 

13.  Sala Minas Gerais

O que é: Esta é uma sala de concertos, um espaço de escuta sensível, capaz de ampliar a experiência com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Endereço: R. Tenente Brito Melo, 1090

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Visite Minas Gerais (@visiteminasgerais) em

 

14. BDMG Cultural

O que é: Espaço de exposições abertas à visitação diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados. Suas ações culturais contemplam novos e também consagrados artistas. 

Endereço: Rua Bernardo Guimarães, 1.600

 

15. Espaço Cultural da Escola de Design UEMG

O que é: O espaço oferece eventos e atividades diversificadas como cursos, mostras, exposições, feiras, palestras, seminários, rodas de conversa, exibições audiovisuais e aulas abertas, realizadas pela comunidade interna e externa à Universidade, mediante agendamento prévio ou seleção por editais.

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 1400/1434

 

16. Espaço do Conhecimento UFMG

O que é: O espaço abriga exposições fixas e temporárias, além de oferecer debates, cursos e oficinas.  O Terraço Astronômico atrai literalmente os olhares de todos, uma experiência única de observação do céu com o auxílio de equipamentos e sob a orientação de especialistas em astronomia.

Próximo ao Terraço fica o Planetário, uma estrutura de tecnologia avançada que faz com que o céu pareça real, tamanha a definição das imagens e com uma visão 360º.

Endereço: Praça da Liberdade, 700

 

17. MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal

O que é: O museu apresenta de forma lúdica e interativa a história da mineração e metalurgia, com a representação de minas e personagens que contam histórias do estado. Expõe mais de 400 amostras minerais.

Apresenta a importância do metal para a humanidade, seu uso e a evolução de suas aplicações, onde é possível formar compostos químicos na tabela periódica interativa e subir em uma balança para medir a quantidade de substâncias minerais em seu corpo.

Endereço:Praça da Liberdade, s/nº - Prédio Rosa

 

18. Memorial Minas Gerais Vale

O que é: A alma e as tradições de Minas são contadas de forma interativa e contemporânea. Definido como "museu de experiência", instiga o visitante a descobrir a história e os costumes mineiros de uma forma diferente.

Cenários reais e virtuais se misturam para criar experiências e sensações que levem o público em um percurso do século 18 até os dias atuais. Personagens ilustres, vilas barrocas, grandes autores, cidadãos comuns, moda, comida típica e artesanato estão representados em seus espaços. 

Endereço: Praça da Liberdade, esquina com a Rua Gonçalves Dias- Funcionários

 

19. Centro Cultural Minas Tênis Clube

O que é: O centro cultural é formado por um teatro, uma galeria de arte e um centro de memória.

O CCMTC oferece programação diversificada e de qualidade voltada para públicos de diferentes faixas etárias (crianças, jovens e adultos), como espetáculos teatrais, musicais, apresentações de dança, saraus, concertos e shows com cantores e instrumentistas brasileiros e estrangeiros, palestras incluindo cursos de formação e capacitação para técnicos de backstage.

Duas salas de multimeios e um café cultural completam a estrutura, como espaços de apoio e de convivência.

Endereço: Rua da Bahia, 2244 

 

20.  Mineiraria

O que é: Conhecida como a casa da gastronomia mineira, é um ambiente que busca promover os produtos, os profissionais, os processos e as melhores práticas de toda cadeia produtiva da gastronomia de Minas. Neste espaço acontecem os principais eventos gastronômicos da cidade.

Endereço: R. Uberaba, 865

 

21. Conservatório UFMG

O que é: O Conservatório UFMG preserva o passado, mas oferece o que há de mais moderno em conforto ambiental e tecnologia. Seus auditórios receberam isolamento acústico, que impede a interferência dos ruídos naturais.

Endereço: Av. Afonso Pena, 1534

 

23. Centro Cultural UFMG

O que é: esta bela construção de 113 anos integra o Conjunto Paisagístico e Arquitetônico da Praça Rui Barbosa – Praça da Estação. O centro cultural contribui para potencializar a promoção do conhecimento e da cultura por meio da arte e seus meios de produção, promovendo uma aproximação entre universidade e sociedade.

Endereço: Av. Santos Dumont, 174

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Centro Cultural UFMG (@centroculturalufmg) em

 

24. Serraria Souza Pinto

O que é: Espaço cultural que remete ao início de Beagá. A Serraria é destinado principalmente à celebração e realização de grandes eventos, feiras, congressos e festivais.

Endereço: Av. Assis Chateaubriand, 889

 

Deu pra se inspirar pra montar a programação do fim de semana, não deu? Comece já a desvendar toda a riqueza desse roteiro cultural e surpreenda-se com Beagá.

Ah, só não se esqueça de ser um turista consciente, hein?! Clique aqui e saiba como.

Sobre o Autor

Júnia Gontijo Cândido

Turismóloga, apaixonada por livros, séries, rock'n'roll e vida ao ar livre (não necessariamente nessa ordem). Atua na Diretoria de Promoção e Mkt Turístico.

Ane Lopes

Autora do seu próprio destino.Vive intensamente os desafios e multiplicidade de papéis da mulher moderna.Compartilha suas experiências de mineira e turismóloga.

Comentários