Turismo em Minas Gerais | 5 Sabores do Mercado Central de BH

Foto por: Acervo Mercado Central
Atualizado em: 03/09/2021

5 Sabores do Mercado Central de BH 

 

Conheça os encantos e desfrute os sabores do terceiro melhor mercado do mundo, eleito em 2019 pela revista TAM Nas Nuvens.

  

mercado central de BH é uma das paradas imperdíveis para turistas que vem a Belo Horizonte, a imponência de seu edifício, os sabores que transbordam entre seus corredores e a importância histórica do mercado já se tornaram ícones da cultura mineira, e parte do dia a dia dos moradores da capital.  

Inaugurado em 7 de setembro de 1929, o mercado foi a forma encontrada pelo então prefeito Cristiano Machado de unir as feiras da Praça da Estação e da praça da atual rodoviária e centralizar ali, o abastecimento alimentício da população da capital mineira.  

De lá pra cá muitas coreshistórias sabores passaram e passam pelo mercado todos os dias, e como a conversa aqui é saborosa, resolvemos contar hoje um pouco sobre alguns  dos sabores mais característicos do mercado central de BH: 

Fígado com Jiló  

 

Vamos ser sinceros, não há jeito melhor de abrir essa lista! O mercado central de BH está localizado na região central da capital mundial dos Bares. O que não falta por aqui é diversidade de drinksbebidas e tira gostos e, mesmo com toda a criatividade presente na cidade, o tradicional tem seu lugar à mesa.  

Nesse contexto de muito sabor e história encontramos pelos diversos bares e restaurantes do mercado, o mais tradicional dos tira gostos: o fígado com jiló.  

Além de marcar presença nas mesas dos bares, o fígado com jiló do mercado está também no livro dos recordes, isto porque em 2018, foi montada em frente ao mercado a maior chapa de fígado com jiló do mundo

Com extensão de 16 metros e operada por 12 chefs convidados que preparam a delícia mais característica do mercado, o evento garantiu seu lugar no livro dos recordes, porque cá pra nós, fígado com jiló já está nos nossos corações desde sempre, né?  

Especiarias 

 

cozinha mineira é marcada de muito afeto, mas também de muito tempero bom, muitas combinações e experimentações que fazem dos nossos fogões verdadeiras máquinas de alquimia. E, para os apaixonados pelos aromas e possibilidades dos temperos, o Mercado Central de BH é (com o perdão do trocadilho) um prato cheio. 

Com inúmeras lojas dedicadas às especiarias, por aqui é possível encontrar pimentas diversascondimentos frescosdefumadosconservas dos mais diferentes legumes temperos. Temos no mercado um verdadeiro templo, guardando e valorizando alguns dos grandes tesouros que fazem da cozinha mineira, uma das mais expressivas do país.  

Queijos 

 

Por falar em tesouros, a realeza dos nossos sabores também está presente no terceiro melhor mercado do mundoOs queijos são vendidos desde a época da inauguração do mercado, vindo das regiões produtoras do Queijo Minas Artesanal e facilitando o acesso dos moradores e turistas da capital ao que há de melhor em Minas.  

É até pecado falar que os queijos resistem entre os sabores que foram se agregando ao mercado central de BH porque, para nós, eles reinam soberanos e sem a mínima possibilidade de perder a majestade. O que acontece no mercado é que os sabores conversam entre si, e com os derivados do leite não seriam diferentes.  

Aqui eles ganham também título de tira gosto e, além disso, são experimentados na maioria das vezes acompanhados dos outros gostos do mercado.  

Doces 

E por falar em acompanhamento perfeito, não dá para falar de queijo sem falar de doce, né? O casal mais emblemático e saboroso da nossa cozinha se encontra nos corredores do mercado, e como um chama o outro, não dá pra levar um queijo sem levar uma das deliciosas goiabadas mineiras.  

Além das goiabadas, o mercado é um paraíso para os amantes dos doces mineiros. De leiteabóborafigoameixa, é tanta variedade que ao experimentar tem que ter cuidado para não exagerar.  

Cachaças 

Outro item mineiro presente que pede cuidado ao experimentar e que tem presença garantida no Mercado Central de Belo Horizonte são as cachaças mineiras.  

A maioria dessas produzidas artesanalmente e vindas das diversas cidades produtoras do estado, complementam a ambientação mineira e ajudam a compor o caráter ‘butequeiro’ do mercado.  

Além das tradicionais, é possível encontrar os sabores mistos, concentrados e apurados com diversos outros ingredientes, como a rapadura norte mineira, as cascas de laranja e tantas outras especiarias que só de falar a gente fica morrendo de vontade.  

Assim como nos outros mercados ao redor do mundo, o mercado central de Belo Horizonte não se restringe a esses sabores, os amantes de pãesquitandascafés, farinhas e tantas outras delícias mineiras também tem seu lugar no coração da capital.  

Muito Além dos Sabores 

Ao passar por Belo Horizonte, separe um dia inteiro para andar pelos corredores do mercado, ouvir os causos que por ali ecoam e se encontrar nos labirintos de sabores infinitos que o lugar proporciona, afinal é impossível se perder no meio de tanta delícia histórica e cultural.  

Além dos sabores e itens típicos da cozinha mineira, o mercado central de Belo Horizonte é uma das experiências mais emblemáticas da capital mineira, parada imperdível para os amantes do artesanato mineiro, apreciadores de arte e até para aqueles que estão interessados em decoração.  

Ao caminhar pelo mercado, é comum se distrair e acabar se perdendo, mas tenha a certeza que o caminho continua certo, aproveite a jornada e olhe para os lados, sempre tem algo encantador e tipicamente mineiro para se apreciar.  

E aí, ficou com vontade de conhecer o mercado central? Aproveita e confere aqui uma receita de fígado com jiló, tradicional prato feito por lá.  

Sobre o Autor

Luís Carneiro

Mineiro dos pés à cabeça. Marketólogo. Turismólogo em formação. Estagiário da SECULT-MG que ama ver, ouvir e escrever sobre as belezuras desse Brasil

Comentários