Turismo em Minas Gerais | Gosto de Minas: Descubra 5 curiosidades sobre os Queijos Mineiros

Foto por: Hermerson Manoel
Atualizado em: 03/12/2021

Gosto de Minas: Descubra 5 curiosidades sobre os Queijos Mineiros  

 

Descubra 5 curiosidades sobres os queijos mineiros que vão te fazer amar ainda mais essa delícia!

 

A gente gosta tanto de queijo, que por aqui o assunto não se esgota. A Terra dos Melhores Queijos do Mundo, tem história para dar e vender sobre as delícias aqui produzidas, e com os nossos premiadíssimos não seria diferente. 


Já falamos sobre algumas das regiões produtoras do Queijo Minas Artesanal, já falamos sobre os prêmios conquistados por produtores mineiros em concurso internacional e já demos receitas deliciosas com os queijos mineiros, hoje o tópico do nosso assunto favorito são 5 curiosidades sobre os queijos mineiros


1. Como tudo começou!

 


A história do queijo Minas começa já no Ciclo do Ouro. A descoberta da preciosidade na capitania  de Minas Gerais, atraiu muitos portugueses para a região, o que demandou alimentos que pudessem prover nutrição e resistisse às longas jornadas. Daí surgiu a ideia de adaptar uma antiga receita portuguesa de queijo coalhado. 


O tempo passou e hoje, o queijo Minas é uma referência internacional, o tempo trouxe (literalmente) a maturação, e hoje, apesar das diferenças técnicas e estilo, nos orgulhamos muito do início dessa história. 


2. Se é produzido aqui, é Minas!

 


Algumas pessoas costumam atribuir o rótulo de queijo Minas aos queijos produzidos em determinadas regiões, alguns acham que o verdadeiro é o da Canastra, outros o da região da Mantiqueira, mas a verdade é que todo queijo produzido nas regiões certificadas em Minas Gerais, é o famoso Queijo Minas

Além da produção em propriedades rurais e da utilização de leite fresco, o pingo é outro fator que diferencia os queijos mineiros. O pingo nada mais é do que, um soro que deriva da própria fermentação do queijo que após esse processo libera um líquido salgado que é usado para conferir sabor ao queijo artesanal.


3. Nossas Regiões produtoras 

 

 

Atualmente o estado conta com 8 regiões produtoras de Queijo Minas Artesanal, sendo elas:  Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serras de Ibitipoca, Serro e Triângulo Mineiro.


A classificação enquanto uma região produtora é o primeiro passo para o reconhecimento dos queijos preparados nesses lugares e para a caracterização das peculiaridades e especialidades do derivado do leite.  


4. Queijo em Minas é Patrimônio

 


O primeiro patrimônio cultural Imaterial Brasileiro é um queijo, e claro, mineiro! A tradição, o cuidado com a fabricação e o sabor fizeram do queijo da região do Serro nosso primeiro patrimônio imaterial reconhecido pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, isso lá em 2002. Já em 2008 o queijo do Serro foi declarado como patrimônio cultural do Brasil, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, o IPHAN. 

É ou não é uma belezura? 


5. Atrativo Turístico

 


Tanta tradição, sabor e características marcantes fizeram de Minas Gerais uma referência mundial quando o assunto é queijo, além de arrebatar medalhas mundo a fora nossos queijos servem de inspiração para deliciosas receitas, combinações inusitadas e participam de momentos mais que especiais na vida dos mineiros. 


Além de tudo isso que já foi falado, a produção queijeira em Minas ganhou status de atrativo turístico, isso porque inúmeros produtores abrem as portas para a visitação, os amantes de um bom queijo não podem perder os roteiros dedicados a entender os processos produtivos, e claro, degustar nossas delícias. 


A gente sabe que além dessas curiosidades o mundo dos queijos mineiros é um lugar a parte, um destino imperdível e cheio de ramificações que nos levarão por caminhos mágicos e saborosos. Se você gostou de conhecer um pouco mais sobre, vai adorar conhecer nossos queijos premiados internacionalmente em 2021

Sobre o Autor

Luís Carneiro

Mineiro dos pés à cabeça. Marketólogo. Turismólogo em formação, que ama ver, ouvir e escrever sobre as belezuras desse Brasil.

Gabriel Oliveira

Futuro Turismólogo. Agente cultural capacitado pela UFC. Estagiário pela SECULT-MG. Mineiro, amante de uma boa prosa. Viajo dentro de mim e dentro de Minas

Comentários