Turismo em Minas Gerais | Harmonização com Vinhos Mineiros

Harmonização com Vinhos Mineiros

Foto por: Maria Esperança de Paula
Atualizado em: 13/11/2020

Gosto de Minas: Harmonização com Vinhos Mineiros

Que os sabores da nossa cozinha combinam muito bem entre si todo mundo já tá satisfeito de saber, mas o que nem todo mundo sabe é que escolhendo a bebida certa para acompanhar o prato, o que já é bom pode virar o “mió que tem”. 

Conhecida como harmonização, a arte de equilibrar adequadamente as refeições com as bebidas realça aquilo que os pratos têm de melhor e permite que a gente perceba ainda mais os sabores e nuances presentes tanto nos alimentos quanto nas bebidas, tornando a experiência gastronômica muito mais interessante e prazerosa. 

Um vinho, por exemplo, pode ter as suas características intensificadas, mas também reduzidas e até mesmo anuladas quando combinados com certos tipos de alimentos, acredita?

Para nos ajudar a entender um pouco mais sobre esse assunto, convidamos a Maria Esperança de Paula e o Túlio Mafra, dois especialistas e entusiastas dos vinhos mineiros. Ela trouxe duas receitas típicas mineiras e ele se encarregou de indicar os vinhos certos para saborearmos com cada uma.

Costelinha Mineira 

Nada mais tradicional na cozinha mineira que a costelinha de porco, não é? Aqui ela vai acompanhada de milho verde assado, mandioca frita, batata doce, alho e ora pro nóbis. Um prato com intensidade de aromas e muitas texturas diferentes.

As costelinhas suínas, protagonistas da receita, tem grande presença no paladar e conferem uma certa untuosidade ao prato, fazendo com que ele fique encorpado, mas sem ficar "pesado". Se quiser, você pode acrescentar ainda cortes de linguiça e apetitosos torresmos que serão bem-vindos ao conjunto.

Uma boa pedida é servi-la em uma gamela de ferro, acompanhada com os ótimos vinhos tintos elaborados com a casta francesa Syrah, produzidos nos territórios do sul de Minas e Diamantina.

Ingredientes

1K de costelinha de porco

2 cebolas medias

5 dentes de alho

3 batatas inglesas fatiada em rodelas ou pedaços pequenos  

2 espigas de milho cortada em pedaços pequenos

1 batata doce grande fatiada em rodelas ou pedaços

6 Jilós fatiado em rodelas

Folhas de Ora-pro-nóbis

Suco de 2 limões

Pimenta branca

Sal

Páprica picante

Azeite

 Modo de Fazer

1. Tempere a costelinha com sal, suco de limão, pimenta e reserve por 1h, deixe descansar.

2. Na panela de pressão doure as cebolas e o alho no azeite. Acrescente a costelinha reservando o caldo do tempero, misture por 10 minutos.

3. Acrescente o caldo do tempero reservado, tampe a panela e deixe cozinhar por 20 minutos, após pegar pressão.

4. Enquanto a costelinha está na pressão, prepare o milho verde, as batatas e o jiló.

5. Tire a pressão para abrir a panela, adicione o milho assado ou cozinho, a pimenta biquinho, a páprica picante e mexa bem devagar até dourar as costelinhas.

6.    Monte a costelinha em uma panela de barro ou travessa acrescentando os outros ingredientes (Batata inglesa, batata doce, milho verde e jiló). Ao servir decore com as folhas ora-pro-nóbis e pimenta biquinho. 

Os denominados "vinhos de colheita de inverno" mineiros, especialmente os tintos, são perfeitos com esse prato igualmente suculento e rico. Fica a dica!

Manjubinha Crocante

Uma proposta nem sempre lembrada como parte da cozinha mineira, com exceção de quem vive às margens do São Francisco ou de alguma de nossas inúmeras represas e lagoas, é contar com um delicioso tira gosto à base de manjubinhas ou piabinhas fritas.

Esses peixinhos saborosos são nativos das bacias brasileiras, em especial das abundantes águas doces mineiras. Passadas no fubá, fritas e na companhia de uma deliciosa geleia de mexerica, são uma iguaria fina, cheia de sabor e textura.

A pedida para bem harmonizar com vinhos fica por conta de espumantes e brancos mineiros, especialmente os elaborados com a casta francesa Sauvignon Blanc, também bem adaptada às altitudes das serras no sul de Minas ou de Diamantina.

O frescor, leveza e vivacidade desses vinhos, resultarão em companhia certeira e descontraída para acompanhar a leveza e elegância de tal iguaria.

Dica: cuidado com a geleia. Não abuse de açúcar e busque valorizar a fruta, favorecendo a gostosa acidez desses vinhos frescos e minerais. Um verdadeiro par perfeito!

Ingredientes

500 g manjubinha

100g de fubá

100g de farinha de trigo

100g de parmesão ralado bem fininho

Sal

Suco de limão

Pimenta branca

óleo

 Modo de Fazer

1.    tempere a manjubinha com sal, pimenta e limão e reserve.

2.    misture o fubá, a farinha de trigo e o queijo.

3.    passe as manjubinhas na mistura seca, garantindo que fiquem cobertas por completo.

4.    coloque para fritar no óleo bem quente até ficar no ponto crocante.

5.    sirva com sua geleia preferida. 

Gostou das receitas? Deixe sua reação no post e conte pra gente nos comentários qual a sua harmonização preferida!

Leia também: Cidades mineiras que todo amante de vinho deve conhecer

Sobre o Autor

Ane Lopes

Autora do seu próprio destino.Vive intensamente os desafios e multiplicidade de papéis da mulher moderna.Compartilha suas experiências de mineira e turismóloga.

Luís Carneiro

Mineiro dos pés à cabeça. Marketólogo. Turismólogo em formação. Estagiário da SECULT-MG que ama ver, ouvir e escrever sobre as belezuras desse Brasil

Comentários