Turismo em Minas Gerais | Minas entre os destinos mais seguros para viajar

Foto por: Yaroslav Konyk on Unsplash
Atualizado em: 03/08/2021

Turismo seguro: Minas Gerais entre os destinos mais seguros para viajar

 

8 Destinos mineiros já garantiram o selo de destino seguro pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

 

Para valorizar ações que contribuam com o turismo seguro no mundo, o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (World Travel &Tourism Council - WTTC) criou um selo que reconhece e valoriza boas práticas de segurança sanitária no cenário mundial pós 2020.

No mundo todo existem cerca de 250 destinos turísticos reconhecidos como destinos seguros pelo WTTC. Os destinos mineiros que receberam o carimbo estão ao lado de cidades como Paris, Moscou, Mônaco, Sevilha, Cancun, Peru, Maldivas e outros importantes destinos turísticos mundiais.

 

O que o selo significa na prática

Na prática, o selo representa o reconhecimento de empresas e destinos turísticos que tenham criado protocolos de saúde e higiene que sejam soluções para a diminuiçãode transmissão da COVID-19. Protocolos estes que fazem com que as pessoas tenham e se sintam em segurança ao visitar um local.

Para o turista, saber que um destino recebeu o carimbo “destino seguro” significa mais segurança na escolha de quando ir e para onde ir neste cenário de pandemia. O carimbo acaba aproximando cada vez mais dos lugares que tanto queremos conhecer ou voltar.

Já para o destino turístico, o selo significa a esperança da retomada do turismo, seguindo o máximo de protocolos que permitam a atividade acontecer de forma segura, tanto para visitantes, como para os prestadores de serviços e moradores, claro.

 

Turismo seguro em Minas Gerais

O que garantiu o selo de destino seguro às cidades mineiras foi a adesão ao programa Minas Consciente, destinado à flexibilização das medidas de isolamento social de forma responsável.

O programa possui adesão facultativa à gestão municipal e permite a retomada parcial da economia, a partir da observação dos impactos no sistema de saúde, e da capacidade assistencial do estado.

Dessa forma, para você que está em busca de um destino seguro para viajar, basta ficar de olho status no Minas Consciente do destino que garantiu o carimbo.

São algumas das medidas que vem sendo tomadas pelos destinos seguros mineiros, com base nos protocolos do Minas Consciente:

  • Adoção de faixas de horário de funcionamento indicadas para a onda em que o destino se encontra na pandemia;
  • Priorização de métodos eletrônicos de pagamento e, ainda, disposição de barreira física de proteção para o contato com o cliente;
  • Controle para que visitantes acessem pontos turísticos usando adequadamente a  máscara;
  • Priorização de visitação a pontos turísticos com agendamento;
  • Redução do fluxo de visitantes em pontos turísticos naturais e culturais e em hotéis. Há um limite no fluxo de acordo com cada onda do Minas Consciente: na onda verdeestá livre,na amarela 75% do público, na vermelha 50%do público,na roxafica proibida a visitação;
  • Controle de regras de distanciamento nos pontos turísticos;
  • Atrativos culturais, como museus, galerias, e bens tombados como patrimônio cultural estão autorizados a receber visitação, independente da onda, desde que respeitando os protocolos de distanciamento e número de pessoas nos espaços;
  • As regras de higienização e proteção, antes e após o uso,também são válidas parameios de transporte.Por isso, devem ser higienizados assentos, guias, freios, cadeiras, poltronas dos espaços e demais objetos e espaços de uso individual, incluindo os de tração animal, passeios de charrete, a cavalo, etc.
  • Desativação de bebedouros coletivos;
  • Em hotéis, restrição do tempo de permanência de hóspedes em áreas coletivas, como hall e salas de convivência;

Para ter acesso à lista completa de ações que formam o protocolo de segurança sanitária e higiene dos destinos mineiros que aderiram ao programa Minas Consciente, clique aqui.

 

Destinos mineiros que garantiram o selo Safe Travels

 

A partir da adoção da cartilha de protocolos do Minas Consciente, alguns dos destinos mineiros pleitearam ao Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) o reconhecimento das boas práticas adotadas, recebendo assim o seu selo de destino seguro.

São eles:

 

Mais uma conquista que contribui para o status da hospitalidade mineira, afinal, esses destinos não só sabem como bem receber, como sabem oferecer segurança aos turistas.

Quer saber mais como ser um turista consciente? Clique aqui e leia o Guia do Turista Consciente.

Sobre o Autor

Júnia Gontijo Cândido

Turismóloga, apaixonada pela vida ao ar livre, dogs, livros, séries e rock'n'roll. Atua na Diretoria de Promoção e Marketing Turístico/Secult MG.

Comentários