• Alerta de viagem: Covid-19

    Atualizado em: 29/10/2020

    Barreiras Sanitárias

    Sem barreiras

    Funcionamento dos estabelecimentos

    Quantidade

    Hospedagem

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Alimentacão

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Parques

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Atrativos Naturais

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Atrativos Culturais

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Carga Horária

    Hospedagem

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Alimentacão

    Funcionando com restrições de horário, mas não de dias da semana

    Parques

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Atrativos Naturais

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Atrativos Culturais

    Funcionando com restrições de horário, mas não de dias da semana

Foto: Acervo Setur-MG / Marcilei da Silva

 

   Recebeu esse nome porque o povoado fica ao lado da "Veredinha", que possuía em sua volta uma grande quantidade de pés de coco buriti em áreas alagadas brejosas, as "Veredas" mencionadas no livro Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. A ‘Rainha do Vale’ além de ser rodeada de serras, guarda lindíssimas quedas d’aguas. Já são mais de 42 cachoeiras apenas no município de Buritis. Esse número triplica quando falamos sobre a região do Vale do Urucuia. As nascentes do município e região integram a Bacia do Rio São Francisco, que tem parte de suas nascentes em Buritis. O clima agradável e a lindíssima vegetação chamam atenção dos visitantes.

 

   Para além das belezas naturais, Buritis ainda abriga a produção de uma das cachaças mais requisitadas no país, a famosa Cachaça Urucuiana, produzida na fazenda HB. Outro atrativo que agrada o paladar dos turistas são os deliciosos queijos produzidos no Laticínio Vale dos Buritis. São mais 50mil litros de leite captados e 40 produtos distribuídos nacionalmente.

Ver mais