• Alerta de viagem: Covid-19

    Atualizado em: 21/10/2020

    Barreiras Sanitárias

    Sim, porém esporádicas ou em alguns acessos, mas não em todos

    Funcionamento dos estabelecimentos

    Quantidade

    Hospedagem

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Alimentacão

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Parques

    Maioria ou todos fechados

    Atrativos Naturais

    Maioria ou todos fechados

    Atrativos Culturais

    Maioria ou todos fechados

    Carga Horária

    Hospedagem

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Alimentacão

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Parques

    Não se aplica (estão fechados)

    Atrativos Naturais

    Não se aplica (estão fechados)

    Atrativos Culturais

    Não se aplica (estão fechados)

Foto: Acervo Setur-MG / Sérgio Mourão

 

     Por volta de 1700, as terras do atual município de Curvelo eram, antes, pertencentes aos povos indígenas Coroados e Goianás e, também, ponto de passagem de viajantes vindos do Rio de Janeiro e de Piratinga, com destino à Bahia, em busca de ouro e pedras preciosas. Esses viajantes costumavam descansar às margens do ribeirão Santo Antônio.

     Nesse subir e descer os rios São Francisco e Guaicuí, alguns deles resolveram ficar na região. Assim, em volta de uma humilde capelinha, deram inicio a um núcleo populacional.

     Na região, um dos primeiros padres a chegar foi o Padre Antônio Corvelo de Ávila, que, anos depois, deu nome ao município. Mas, antes disso, o local foi designado com outras denominações – quando lugarejo (1714) era chamado de Santo Antônio da Estrada; quando distrito (1731), Santo Antônio do Curvelo -. Em 1831, o então distrito se desmembrou de Sabará, tornando-se autônomo e adotou o nome de Curvelo.

     Por muitos anos, Curvelo foi destaque internacional com o cultivo de algodão, considerada até como a “terra do ouro branco”. Nos dias de hoje, ele se destaca nos mais diversos setores como na agropecuária, cultura, saúde, educação e forró. Segundo o Instituto Estadual de Florestas (IEF), o município é um dos mais arborizados do estado. Dentre os atrativos do destino destacam-se a Basílica de São Geraldo, a Igreja de Santo Antônio e os rios Paraopeba e das Velhas.

 

Dicas de Viagem: O Parque de Exposições Getúlio Vargas recebe, há mais de 60 anos, a Exposição Agropecuária e Industrial de Curvelo. A programação sempre conta com shows diversos e exposição de animais.

Ver mais