• Alerta de viagem: Covid-19

    Atualizado em: 23/11/2020

    Barreiras Sanitárias

    Sem barreiras

    Funcionamento dos estabelecimentos

    Quantidade

    Hospedagem

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Alimentacão

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Parques

    Atrativos Naturais

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Atrativos Culturais

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Carga Horária

    Hospedagem

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Alimentacão

    Funcionando com restrições de horário, mas não de dias da semana

    Parques

    Atrativos Naturais

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Atrativos Culturais

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Nome curioso do município da Zona da Mata é explicado de uma lenda que os índios nômades teriam chegado à região e foram pescar, não encontrando peixe suficiente, se mudaram usando a expressão “piracuera”, que quer dizer “aqui não tem peixes”. A Cidade começou a atuar como município em janeiro de 1997 e possui aproximadamente três mil habitantes. As matas planas de Sem Peixe são ideais para acampamentos e caminhadas. O relevo do local forma trilhas ecológicas, nas quais não é difícil encontrar cachoeiras, já que a cidade é margeada pelo Rio Doce, em grande extensão. A cidade faz parte do Circuito Turístico Montanha e Fé. 

Ver mais