Rotas e Destinos - Parque Nacional Cavernas do Peruaçu

22/08/2019

Por: Júnia Cândido



Parque Nacional Cavernas do Peruaçu: descubra um dos cenários mais fascinantes de Minas Gerais



Muita gente já descobriu os parques naturais como uma excelente opção para ter contato com a natureza. Minas Gerais é um estado rico em belezas naturais e dispõe de um repleto leque de atrativos para visitação, como suas paisagens típicas, trilhas, cachoeiras, grutas e cavernas exuberantes.



Por isso, nossa dica para você que gosta de se aventurar nesses cenários é colocar em seu radar uma viagem ao Parque Nacional Cavernas do Peruaçu. O nome do parque já dá um spoiler do que será encontrado por lá: cenários cinematográficos recheados de cavernas e grutas espetaculares, que tiram o fôlego e nos fazem repensar nossa ideia de grandiosidade e de lugares especiais. Podem preparar seus celulares e câmeras.



Como se não bastassem suas incríveis cavernas, o visitante ainda tem acesso a diversos paredões com arte rupestre pré-histórica e sítios arqueológicos milenares de relevância internacional. Com tantas opções de atrações, para conhecê-las com tranquilidade indicamos entre dois a três dias de visita. E lembre-se: escolha as atrações de acordo com o seu interesse e seu condicionamento físico, já que pra chegar até elas é necessário percorrer trilhas com diferentes níveis de dificuldade (de leves a pesadas).



Atrações



O patrimônio de cavernas existente no parque é um dos mais importantes do Brasil e do mundo, com mais de 180 cavernas e grutas reconhecidas.




  • Caminho da Gruta do Janelão



                                         



A gruta do Janelão tornou-se o cartão postal do parque. Na entrada dessa grandiosa caverna há um paredão que se transformou em um verdadeiro ateliê a céu aberto, com coloridas pinturas rupestres que indicam ter até 9 mil anos. No interior da caverna, em sua galeria principal, a altura e largura chegam a 100 metros – caberia até um avião lá embaixo. É interessante que o interior recebe iluminação suficiente para ter vegetação, além de ser o percurso do rio Peruaçu, atravessado ao longo da trilha. Ali também está a dona do título de maior estalactite do mundo, a Perna da Bailarina, com 28 metros de altura – para se ter uma ideia, o Cristo Redentor (RJ) tem 38 metros de altura.



- Percurso: 4.800 metros (ida e volta).



- Tempo estimado: 5h30 (ida e volta).



- Nível de dificuldade: médio




  • Caminho da Lapa Bonita e Lapa do Índio



A Lapa Bonita é uma de suas mais belas e ornamentadas grutas, com um salão coberto por sedimentos avermelhados, chamado Salão Vermelho. A Lapa do Índio possui painéis de pinturas rupestres que cobrem paredes inteiras e até mesmo o teto. Da Lapa do Índio também é possível apreciar o Mirante do Índio, em que se pode ver a abertura da Gruta do Janelão e toda a área do Centro de Visitantes Janelão.



- Percurso: 1.500 metros (ida e volta).



- Tempo estimado: 2h20min (ida e volta).



- Nível de dificuldade: fácil.




  • Caminho da Lapa do Boquete



Um dos principais e mais estudados sítios arqueológicos do Parque Nacional Cavernas do Peruaçu. Na Lapa do Boquete foram encontrados alguns sepultamentos e é possível verificar a presença de um silo pré-histórico – estrutura de armazenamento de alimentos.



- Percurso: 1.200 metros (ida e volta).



- Tempo estimado: 1h30 min (ida e volta).



- Nível de dificuldade: fácil.




  • Caminho da Lapa dos Desenhos



Os ricos recursos naturais do Vale do Peruaçu possibilitaram a produção de diferentes pigmentos para a realização de pinturas em alturas consideráveis dos paredões. Na Lapa dos Desenhos pode ser observada toda a riqueza das pinturas rupestres do Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, tanto em diferentes estilos quanto em técnicas. A trilha margeia o rio Peruaçu ao longo de uma área deslumbrante de mata da região.



- Percurso: 2.600 metros (ida e volta).



- Tempo estimado: 2h20 min (ida e volta).



- Nível de dificuldade: fácil.




  • Caminho da Lapa do Rezar



A Lapa do Rezar une a grandiosidade do cânion do rio Peruaçu à riqueza da arte rupestre pré-histórica. Abriga um sítio rupestre com pinturas e gravuras bem conservadas. Destacam-se também as dimensões do seu salão de entrada, que alcança 90 metros de largura e mais de 40 metros de altura. Apesar de recompensador, trata-se de um dos atrativos que mais exige esforço físico, com mais de 500 degraus.



- Percurso: 2.400 metros (ida e volta).



- Tempo estimado: 3h30min (ida e volta).



- Nível de dificuldade: difícil.




  • Caminhos da Lapa do Caboclo e Carlúcio



O paredão de pinturas rupestres da Lapa do Caboclo possui uma grande concentração de pinturas do estilo caboclo, que foram descobertas pela primeira vez neste local e que são exclusivas do Vale do Peruaçu.



No Caminho da Lapa do Carlúcio, o visitante encontrará mirantes onde é possível observar as variações da mata seca em diferentes épocas do ano, os cactos e a vegetação rupestre. A trilha segue pela mata até o início da gruta do Carlúcio, onde circunda as rochas provenientes do desabamento do teto da caverna.



- Percurso: 2.650 metros (ida e volta).



- Tempo estimado: 3h50 min (ida e volta).



- Nível de dificuldade: médio.

 



Como chegar



A portaria do Parque fica em Januária, município do Norte de Minas, está a 662 km de Belo Horizonte, e tem como aeroporto mais próximo a cidade de Montes Claros. Mas não se preocupe, cada quilômetro percorrido é recompensado ao chegar ao Cavernas do Peruaçu.



Fique atento




  • As visitas devem ser agendadas com a gestão da unidade, além de ser obrigatória a contratação de um condutor.




  • Utilize roupas e calçados confortáveis para o passeio, afinal, você vai caminhar bastante. Não se esqueça de protetor solar, água e lanche de trilha. Os capacetes de segurança são fornecidos pelos condutores.




  • O parque não cobra ingresso para seu acesso.




  • O parque não possui opções internas de alojamentos e áreas de camping.



Distância de Belo Horizonte e outras capitais



Belo Horizonte – 662 km



Brasília –  573 km



Rio de Janeiro – 1.092 km



São Paulo – 1.222 km



Use  #TurismoMG em suas fotos por Minas Gerais e compartilhe sua história!



Playlist -  Clique aqui para ouvir todos os episódios do Rotas e Destinos, o programa que vai te fazer colocar os pés na estrada, com  dicas e curiosidades dos melhores destinos em Minas Gerais!



Conteúdo Relacionado