Turismo em Minas Gerais | Pastel de Angu

Pastel de Angu

Foto por: Foto: UMAMI Comunicação
Atualizado em: 04/11/2020
Um pouco da história desse prato típico da cidade de Itabirito.

Há 60 km de BH, próximo a encantadora Ouro Preto, Itabirito aparece como um destino pacato, uma cidadezinha encantadora e acolhedora, conhecida pelos sítios na zona rural, pela mineração e, também, por ser a terra natal de um dos petiscos mais mineiros que existe: O pastel de angu!
Fubá e Banana, a combinação que deu certo!
Feito com fubá e muito carinho, a história do pastel de angu se confunde com a história da cidade. Relatos apontam que o pastelzinho amarelo nasceu no século XIX, por volta de 1851 na “Fazenda dos Portões”, quando a esposa do então Dono da fazenda, Dona Ana Joaquina de Lima levou duas escravas da fazenda para dentro de casa, tirando-as da senzala. 
As escravas atendiam pelos nomes de Philó e Maria Conga e, ainda na senzala, desenvolveram a refeição, que era feita das sobras da principal fonte de alimentação dos escravos, o angu. Como a carne era reservada aos patrões e suas famílias, elas desenvolveram um guisado a base de umbigo de banana para ser o recheio. 
A Boroa
Inicialmente o pastel tinha um formato arredondado com o recheio ao centro da “bolinha” e foi inicialmente batizado de “Boroa”, a forma atual foi concebida por volta de 1885 pelas habilidosas mãos de uma senhora da cidade conhecida como “Dona Saninha da Prata”, que foi também a responsável por difundir sua receita e passá-la pelas gerações de sua família. 
Ganhando o mundo!
Hoje, o pastel de angu ganhou não só o estado, como o Brasil inteiro e possui recheios diversos. Na cidade, ainda é tradicional o recheio de umbigo de bananeira, mas sem excluir as novas possibilidades, têm de frango, queijo, palmito, carne
Para compartilhar a receita dessa delícia tipicamente mineira, tivemos o prazer de contar com a ajuda de duas Itabirenses típicas e apaixonadas pelo pastel de angu, a dona Zita e a dona Tereza, que compartilharam conosco receitas maravilhosas, e olha, nem precisa escolher uma delas, pode fazer as duas porções e servir para família toda! Sem esquecer, é claro, de compartilhar conosco o resultado nas redes sociais e deixar todo mundo com água na boca!
Pastel de Angu da Dona Tereza


Ingredientes:
1 litro de água
½ Kg de fubá de milho moído em moinho d’água peneirado
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de chá de sal
Recheie à gosto (carne moída, frango, queijo, bacalhau ou umbigo de banana)
Modo de Preparo:
Coloque para ferver em uma panela, a água, o sal, e o óleo. 
Assim que estiver fervendo e borbulhando vá acrescentando fubá e vá mexendo rapidamente com uma colher de pau para não embolar. 
Deixe cozinhar um pouco. Depois tire do fogo e vire numa mesa de pedra e sove a massa ainda quente, até ficar consistente.
Enrole a massa em um pano de prato úmido e vá fazendo os pastéis. 
Fritar em óleo bem quente e não mexer até que comece a dourar.
Pastel de Angu da Dona Zita


Ingredientes: 
1 kg de fubá moinho d'água;
2 litros de água;
40g de sal;
1 colher de "chá " de bicarbonato de sódio;
50 g de polvilho azedo.
Modo de Fazer:
Leve para ferver a água e o sal. Quando levantar fervura coloque de uma vez o fubá peneirado com o bicarbonato, vá mexendo até ficar bem cozido e não tiver mais o cheiro de fubá cru e soltando da panela.
Depois de bem cozido, vire em um recipiente, coloque o polvilho e sove bastante até o polvilho ficar bem encorpado na massa. Coloque a massa em um saco plástico para descansar um pouco.
Para modelar os pastéis: use água para molhar as mãos.
Observação: para sovar a massa quente proteja as mãos com luvas de pano e coloque as mãos dentro de um plástico.

Comentários