Turismo em Minas Gerais | Guia completo do Mar de Minas

Guia completo do Mar de Minas

Foto por: @cecicarvalho
Atualizado em: 07/10/2020

 Mar de Minas é a forma carinhosa que nós mineiros chamamos a imensidão do Lago de Furnas, o maior lago em extensão de Minas e no ranking dos maiores lagos artificiais do mundo.   

Minas tem mar e a gente pode provar.

O Mar de Minas, como carinhosamente é conhecido o Lago de Furnas, é um lago artificial criado na década de 1960 para gerar energia à hidrelétrica de Furnas.  Mas não se trata de um simples lago, se fosse não haveria razão de ser conhecido como Mar de Minas.

É uma imensidão de águas, com paisagens espetaculares, muitas trilhas, cachoeiras e cânions, que formam uma das regiões mais bonitas e desejadas pelos turistas em terras mineiras. 

Planejando uma viagem?

Se você está aqui é porque certamente está sonhando, muito em breve, dar um pulinho nessa região turística incrível de Minas Gerais, acertei?  Quer saber se a região do Mar de Minas tem potencial pra ser seu próximo destino? 

1. Você é da turma que não dispensa um biquíni ou sunga na mala na hora de escolher seu próximo destino?

2. Gosta de ter contato com a natureza?

3. Já curtiu alguma foto de alguém no mirante dos cânions de Furnas e ficou se imaginando ali?

Se respondeu sim a qualquer uma das perguntas, já pode começar a escolher as cidades!

A região banhada pelo Lago de Furnas

Com 1.440 km² de extensão, a região do Lago de Furnas banha 31 cidades mineiras (ANEEL). Mas hoje a gente vai dar destaque a 3 cidades dessa região, o que garantimos que já rende programação pra todos os gostos e ânimos.Confere aí. 

 

 

 

 

 

 

 

Distâncias até o principal destino da região: Capitólio

Ir de carro é a melhor opção pra facilitar seu deslocamento até as atrações da cidade. Confere aí as distâncias médias de algumas capitais:

Belo Horizonte – 285 km (trajeto com pedágios)

Brasília – 740 km (trajeto com pedágios)

Rio de Janeiro – 637 km (trajeto com pedágios)

São Paulo – 440 km (trajeto com pedágios)

Se for de ônibus, seu destino é a rodoviária de Capitólio, no centro da cidade mesmo. Atente-se que, para realizar os passeios, você precisará contratar algum receptivo local ou mesmo um motorista.  

Aeroportos mais próximos

Se você vai para a região de Furnas partindo de fora de Minas, os aeroportos com vôos comerciais mais próximos estão em Ribeirão Preto (SP) – 238 km e em Belo Horizonte – 319 km. O restante do caminho pode ser feito por meio de aluguel de carro ou, ainda, de ônibus. 

Mas não se preocupe, cada km percorrido é recompensado ao chegar à região. 

Onde ficar

A região de Furnas tem muitas e boas opções de hospedagem, que vão desde pousadas, hotéis e casas de aluguel por temporada. 

Nossa dica pra aproveitar esses destinos incríveis é se hospedar mais próximo às atrações que buscam do que dos centros das cidades pro dia render muito mais.   

Conhecendo Capitólio

Capitólio é sem dúvida o destino queridinho da região do Lago de Furnas. Também não é pra menos, é cada click nas redes sociais nos cenários dessa cidade que fazem o queixo cair.  

Uma curiosidade é que a cidade abriga a maior marina de água doce da América Latina. Interessante, né?

O que fazer

Em Capitólio dá pra fazer de tudo um pouco, por terra, água e até mesmo no ar: passeios náuticos, tomar banho em muitas cachoeiras, fazer trilhas, contemplar as paisagens e, aos mais animados, canyonismo, mergulho, vôo de balão... A programação pode ser extensa e vai depender do seu ânimo e tempo.

A exuberância da região pede um bom passeio náutico. Os cânions são maravilhosos, apreciá-los no meio do lago é uma experiência incrível.   

A visão dos cânions lá de cima faz os barcos e lanchas parecerem minúsculos. A visita a um dos vários mirantes não pode faltar no seu roteiro. 
Quando é pra falar de cachoeiras, fica difícil escolher, são muitas opções, cada uma mais incrível que a outra.

Na Cachoeira da Capivara  a atração maior são as piscinas naturais que se formam ao longo de  suas quedas. O que também acontece na Cachoeira Cascatinha, que tem um complexo de 9 piscinas naturais, que variam entre rasas e fundas. Tarefa bem difícil é visitar essas cachoeiras, viu. Não que o caminho seja complicado, não dá é vontade de sair dessas piscinas mais.

Cachoeira do Grito e a Cachoeira do Poço Dourado podem ser visitadas no mesmo passeio, ficam dentro de um parque de trilhas.

Entre as mais visitadas ainda tem a  Cachoeira Fecho da Serra, a Cachoeira Diquadinha, Cachoeira do Filó, Cachoeira do Lobo, Cachoeira do Sabiá, Cachoeira Fecho da Serra, Cachoeira da Capivara , Cachoeira do Grotão...a lista é imensa, mas essas que citamos são boas dicas.

Conhecendo São João Batista do Glória

São João Batista do Glória está bem na divisa entre a região de Furnas e a Serra da Canastra. A cidade que também é conhecida como Glória oferece paisagens paradisíacas , trilhas off road, passeios de barcos e muitas cachoeiras. A natureza da região é bastante preservada.

O que fazer

A Pedreira Lagoa Azul é imperdível se você tem um pouco mais de tempo e disponibilidade para conhecer os pontos turísticos mais afastados. Pra esse passeio é recomendável o aluguel de um 4x4. 

Pra quem gosta de áreas naturais e cachoeiras, a cidade oferece boas opções de complexos de atrativos, que somam natureza preservada, trilhas, muitas cachoeiras com piscinas naturais de águas cristalinas

Conhecendo Pimenta

Pimenta é uma excelente opção para usufruir o Lago de Furnas pra quem busca sossego. Oferece passeios de barco, locais para a prática de pesca e trilhas que levam a dezenas de lindas cachoeiras.

O que fazer

As ruínas de um antigo hotel abandonado funcionam como um excelente mirante de Santo Hilário, em Pimenta. Desse ponto é possível fazer fotos incríveis como Lago de Furnas ao fundo. 

Pimenta também tem muitas cachoeiras. A Cachoeira do Lageado é um de seus principais atrativos.

Pra quem curte explorar opções em ambientes mais naturais e com um nível de dificuldade maior, pode se aventurar na Cachoeira das Andorinhas

Fique atento a essas dicas:

✔ Com tantas opções de pontos turísticos na região, separe um feriadão para ter pelo menos 3 dias inteiros para explorar ao máximo o destino.
✔ Escolha as atrações considerando o nível de dificuldade de acesso, seu tempo e orçamento disponível, já que as atrações são pagas.
✔  Muitas das atrações têm horário de funcionamento entre 8h e 17h, programe-se.
✔   Sempre consulte a previsão climática antes de visitar áreas de rios e cachoeiras para evitar o risco de trombas d’água.
✔  Respeite as medidas sanitárias para combater à pandemia do coronavírus. Fique atento ao número de casos na região no Minas Consciente e ao protocolo de reabertura dos destinos turísticos mineiros nos sites das prefeituras da região.

Leia mais sobre o que conhecer em Minas clicando aqui.

 

Sobre o Autor

Júnia Gontijo Cândido

Turismóloga, apaixonada por livros, séries, rock'n'roll e vida ao ar livre (não necessariamente nessa ordem). Atua na Diretoria de Promoção e Mkt Turístico.

Comentários