• Alerta de viagem: Covid-19

    Atualizado em: 19/10/2020

    Barreiras Sanitárias

    Sim, porém esporádicas ou em alguns acessos, mas não em todos

    Funcionamento dos estabelecimentos

    Quantidade

    Hospedagem

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Alimentacão

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Parques

    Maioria ou todos fechados

    Atrativos Naturais

    Maioria ou todos funcionam normalmente

    Atrativos Culturais

    Maioria ou todos fechados

    Carga Horária

    Hospedagem

    Funcionando com restrições de horário, mas não de dias da semana

    Alimentacão

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Parques

    Não se aplica (estão fechados)

    Atrativos Naturais

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Atrativos Culturais

    Não se aplica (estão fechados)

foto: Marcio Lucinda Lima 

 

    Bias Fortes é um município que possui território no Parque Estadual de Ibitipoca, por estar na serra de Ibitipoca e seu entorno, guarda relevantes atrativos turísticos como as dunas de areia quartzítica denominadas Areião de Bias Fortes. O local ainda é pouco visitado e o município busca a abertura de um acesso ao Parque Estadual de Ibitipoca por este local, com vistas a fazer do turismo uma atividade econômica real e crescente no município. A cidade com a economia baseada na produção de leite. Além disso o município ainda guarda um casario colonial bem preservado e festas animadas. Possui cachoeiras e uma boa potencialidade turística. 

 

     A fauna e flora destacam-se na região. Um dos animais mais representativos é o lobo-guará, que embora ameaçado de extinção, vive em seu habitat natural e pode ser visto frequentemente por fazendeiros. Já a flora é representada por orquídeas, bromélias e avencas, cujo habitat são os campos rupestres mais altos, e também pelas árvores de grande porte e pelas frutíferas. Recentemente, o município começou a desenvolver o cultivo de plantas medicinais. Com um clima típico das montanhas da Mantiqueira, o município se encontra a quase mil metros de altitude. O visitante pode desfrutar de belas paisagens propícias à prática do ecoturismo. A comunidade quilombola Colônia do Paiol e suas danças típicas, além das belas e receptivas fazendas antigas, são parte do rico patrimônio da cidade.

Fonte: Texto: Marcio Lucinda / Circuito Serras de Ibitipoca

Ver mais