Turismo em Minas Gerais | 300 Anos de Cozinha Mineira

300 Anos de Cozinha Mineira

Foto por: UMAMI Comunicação
Atualizado em: 07/01/2021

300 Anos de Cozinha Mineira

Não dá para deixar passar os 300 anos de Minas sem comemorar, né? E a comemoração por aqui é do jeito que o mineiro gosta: com a mesa farta. Assim, como a história do estado, sua cultura e raízes, a cozinha mineira atravessou gerações e fronteiras, e conquista todos os que passam por nossos fogões e que se sentam à beira de nossas mesas.

Que tal aproveitar a celebração para mergulhar um pouco no processo de formação da riquíssima cozinha mineira? Senta que lá vem história, e é das mais gostosas.

 

No começo era Ouro

O ciclo do ouro é um elemento fundamental ao contarmos a história do estado, e com a comida não seria diferente. A exploração nas Minas Gerais trouxe muitos imigrantes, o que começou a fomentar a economia e expandiu os processos de povoamento no estado.

Esse processo de ocupação começou a transformar o estado, passando de uma colônia de exploração a uma capitania, onde as pessoas começaram a estabelecer residência. A partir daí surge a necessidade de se fomentar o  comércio e, por conseqüência, apareciam os primeiros restaurantes,  oferecendo o toque de sabores locais.

 

Soma de influências

De norte a sul do estado, a gastronomia mineira é marcada pela simplicidade que a acompanha desde o seu princípio.

Essa simplicidade é uma característica herdada das tribos indígenas que aqui habitavam, é daí também que vem o costume de usar ingredientes a base de milho utilizando vegetais nas comidas.

As influências portuguesas ou europeias também são marcantes na comida mineira, isso porque por aqui começaram a surgir adaptações das receitas que já eram feitas em Portugal, desta vez com ingredientes típicos das Minas. Os temperos e especiarias são frutos da influência africana na nossa gastronomia, e o que seriam de nossos pratos sem os mais diversos temperos né?

 

Desbravando sabores

Outro ponto que não pode ser deixado de lado ao se falar de gastronomia mineira é a influências das andanças na comida, nosso tropeiro e nossa galinhada por exemplo, nasceram nas viagens entre as estradas de terra e carregam consigo outra característica expressiva dos nossos pratos, a sustância, afinal é sempre bom equilibrar sabor e nutrição né?

De norte a sul, de leste a oeste, seja na Serra da Mantiqueira, em Montes Claros, ou no Triângulo Mineiro, a cozinha mineira conta a história do estado. Uma história de muito sabor e muita afetividade que continuará a ser perpetuada onde for, como sinônimo da nossa hospitalidade, da nossa receptividade e da nossa veia criativa.

Capazes de fazer o mundo se render aos nossos sabores, oferecemos verdadeiras experiências gastronômicas em um único prato. Parabéns a cada mineiro que contribui para perpetuar os sabores da gastronomia mineira.

 

Sobre o Autor

Luís Carneiro

Mineiro dos pés à cabeça. Marketólogo. Turismólogo em formação. Estagiário da SECULT-MG que ama ver, ouvir e escrever sobre as belezuras desse Brasil

Comentários