Turismo em Minas Gerais | Conheça o patrimônio e as histórias da Via Liberdade

Foto por: Pedro Vilela
Atualizado em: 09/05/2022

Conheça o patrimônio e as histórias da Via Liberdade

 

Patrimônio da Humanidade, Caraça, Espinhaço, Velho Chico, conheça as histórias que compõem a Via Liberdade.

 

Se você ainda não conhece a Via Liberdade você não sabe o que está perdendo.

A maior rota turística cultural do Brasil, lançada em 2022, passa pelos estados de Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro, ao longo da BR-040.

Em uma rota tão grande, história é o que não falta, então conheça alguns destaques do território mineiro.

 

Patrimônio da Humanidade

A Via envolve 3 dos 4 patrimônios da humanidade presente em Minas.

Um marco do modernismo é o Conjunto Moderno da Pampulha, assinado por ícones como Oscar Nieymer, Burle Marx, Candido Portinari.

Quem vai a Belo Horizonte  fica encantado com esse lugar, é ótimo para caminhar, curtir os momentos de lazer com os amigos, sair para um encontro e turistar bastante!

As curvas da Pampulha e do modernismo realmente encantam a todos, não tem jeito.

Foto: Lindo pôr-do-sol na Casa do Baile.

Próximo a Belo Horizonte podemos encontra a cidade histórica de Ouro Preto, uma das queridinhas dos turistas.

Quem sonha em conhecer essa cidade, caminhar pelas suas vielas e experimentar o que há de bom e do melhor levanta a mão!

Museus, casarões e igrejas compõe a atmosfera bucólica e charmosa da antiga capital mineira, só de chegar na cidade já sabemos o porquê de ser um Patrimônio da Humanidade.

 

Cidade histórica de ouro preto

Foto: Igreja e casarões barrocos em Ouro Preto.

Há quem ame o barroco e também não vai deixar de visitar Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos, em Congonhas.

O conjunto do santuário é um clássico da obra de Aleijadinho, com as esculturas em pedra sabão. No total são 12 profetas em tamanho real, uma igreja e seis capelas que marcam a Paixão de Cristo.

 

Foto: Encantadora estátua dos profetas, em pedra sabão, em Congonhas.

Temos um blog que trata exatamente sobre esses patrimônios e nele você pode conhecer bem mais sobre cada um, acesse Conheça 4 bens tombados como Patrimônio Cultural da Humanidade em Minas.

 

Santuário do Caraça

Um dos lugares mais encantadores de Minas Gerais é sem dúvidas o Santuário do Caraça, entre Catas Altas e Santa Bárbara.

Ideal para os amantes de cultura e natureza, o local reúne uma arquitetura neogótica sem igual e uma flora ótima para quem deseja se afastar da cidade e aproveitar o contato com a natureza.

Foto: Turista curtindo o bom tempo no Caraça.

O Santuário já foi igreja, colégio e seminário, até se tornar esse grande ponto turístico que recebe em média 70.000 visitantes por ano.

 

Foto: Casal apaixonado por um dos lugares mais encantadores de Minas, o Santuário do Caraça.

Além do Santuário você pode visitar o Museu, a Biblioteca, o Arquivo, cachoeiras e piscinas naturais. Ah e claro, conhecer a celebridade do local, o Lobo Guará.

Como em toda Minas Gerais a gastronomia é um destaque, e não seria diferente aqui, Gosto de Minas: Sabores do Caraça.

 

Serra do Espinhaço

Como já mencionado, a natureza da região do Caraça é encantadora, pois ela está localizada na Serra do Espinhaço, um patrimônio natural de Minas Gerais.

A serra possui mais de 1000km de extensão, se estendendo até a Bahia. É uma região muito rica com uma diversidade de fauna e flora, e uma rede de cadeias montanhosas.

Foto: Turista se aventurando na Serra do Espinhaço.

A Serra do Espinhaço é uma imensidão e é excelente para experiências de trekking, trilha, conhecer cachoeiras e se apaixonar com a vista lá do alto.

 

Gruta da Lapa Velha

Você já ouviu falar na Gruta da Lapa Velha, em Vazante?

Reze a lenda que no ano de 1865, Nossa Senhora da Lapa apareceu no local.

Inclusive no interior da gruta há uma formação rochosa no formato na santa, e há também o Jardim Orante com capelas e o Santuário Nossa Senhora da Lapa.

Hoje a Gruta da Lapa Velha, que passou a receber o nome de Gruta da Aparição, se tornou um local de peregrinação, e é de grande importância cultural para o município.

Se você não conhecia a Gruta Lapa Velha, agora conhece e não pode deixar de visitar. O local transmite uma energia sem igual, proporcionando uma paz sem igual, é realmente um lugar abençoado.

 

Estátua do Juquinha

Um ícone do Parque Nacional da Serra do Cipó é a Estátua do Juquinha, em Santana do Riacho!

Juquinha foi um andarilho que viveu pelas montanhas da região, colhendo flores e trocando-as por outros itens com os viajantes que por ali passavam, mas o que ele mais gostava era mesmo da boa prosa.

Foto: Estátua do Juquinha em frenta a paisagem da Serra do Cipó.

O andarilho é símbolo da hospitalidade e receptividade mineira e foi eternizado na história da região da Serra do Cipó, com uma estátua de cimento com cerca de 3 metros.

Para chegar ao Juquinha deve-se seguir MG-010, até o KM 117.

 

Rio São Francisco

Um dos rios mais importantes do país nasce em Minas Gerais, sendo necessário para muitas populações, parte da história do Brasil e de extrema beleza, esse é o nosso Rio São Francisco.

Foto: Belo entardecer no Rio São Francisco.

O nosso Velho Chico teve papel central no processo de interiorização do nosso país e é detentor de grandes belezas, com sua imensidão.

Em Três Marias ocorre o represamento do rio para a hidrelétrica, formando um lago encantador, excelente para os esportes náuticos e pesca.

Muita história para se descobrir na Via Liberdade, né?

Via Liberdade: conheça a maior rota turística e cultural do país.

 

Sobre o Autor

Breno Montserrat

Turismólogo em formação e analista de marketing turístico. Apaixonado por música, livro, pizza e um bom café. Mineiro do interior, noveleiro, filho do verão.

Comentários