• Alerta de viagem: Covid-19

    Atualizado em: 15/10/2020

    Barreiras Sanitárias

    Sim, porém esporádicas ou em alguns acessos, mas não em todos

    Funcionamento dos estabelecimentos

    Quantidade

    Hospedagem

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Alimentacão

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Parques

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Atrativos Naturais

    Maioria ou todos funcionando parcialmente (isto é, se está funcionando com capacidade reduzida, dias/horários reduzidos)

    Atrativos Culturais

    Maioria ou todos fechados

    Carga Horária

    Hospedagem

    Funcionando normalmente, como antes da pandemia

    Alimentacão

    Funcionando com restrições de horário e de dias da semana

    Parques

    Atrativos Naturais

    Funcionando com restrições de horário e de dias da semana

    Atrativos Culturais

    Não se aplica (estão fechados)

Foto: Acervo Setur-MG / Sérgio Mourão

 

    A primeira cidade brasileira e uma das primeiras do mundo a ser declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, Ouro Preto atingiu esse status em 1980. Famosa por sua arquitetura colonial primorosa, a cidade foi construída por artistas e escravos, no auge do Ciclo do Ouro. Seu grande valor histórico como palco da Inconfidência Mineira e seu expressivo conjunto histórico não são os únicos atrativos da cidade, que também se beneficia de sua intensa atividade cultural, além do rico ecossistema que a contorna, com cachoeiras, trilhas e uma enorme área de mata nativa. Suas imponentes e silenciosas igrejas contrastam com o clima jovial e alegre proporcionado pelo movimento contagiante dos estudantes e turistas, sempre dispostos a festejar em suas famosas repúblicas ou nas ladeiras da cidade.

Conheça também os distritos de Ouro Preto: Lavras NovasSanto Antônio do LeiteAmarantina, Glaura, Cachoeira do Campo

 

 

Dicas de Viagem: Visite seus museus e igrejas e passeie pelas ruas centenárias, você fará uma viagem no tempo e na história de Minas Gerais. Imperdíveis são a Igreja São Francisco de Assis, Matriz Nossa Senhora do Pilar, Museu da Inconfidência, Museu do Oratório, Museu de Ciência e Técnica e Casa dos Contos. De Ouro Preto, vá até o distrito de Amarantina para visitar o famoso Museu das Reduções. Outra pedida é pegar o Maria Fumaça e dar um passeio em Mariana. O Parque Estadual do Itacolomi, onde natureza e história se integram, vale ser visitado.

Ver mais