Turismo em Minas Gerais | Passeios bate e volta saindo de BH

Passeios bate e volta saindo de BH

Foto por: @ferrazfrancyele - Caeté
Atualizado em: 02/12/2020

Passeios bate e volta saindo de BH

Procurando dicas de passeios pro fim de semana? Se você estiver nos arredores da capital mineira, vamos facilitar seus planos.

Difícil encontrar alguém que não esteja buscando um passeio rápido para espairecer, não é mesmo?

Por isso, neste post a gente te dá opções de pontos turísticos que, neste momento, já estão reabrindo e podem ser visitados, claro, tomando todas as medidas previstas para a sua proteção e a dos moradores locais.

Lembre-se: antes de sair de casa, saiba como ser um turista consciente clicando aqui.

Brumadinho

Inhotim

Brumadinho é famosa pelo Inhotim, sem dúvidas, um dos mais relevantes pontos turísticos brasileiros. Se você não conhece este museu de arte contemporânea e jardim botânico, vale a pena colocar na sua lista de onde ir em Minas. Leia mais sobre o Inhotim nesse post.

Dica: Acompanhe aqui informações sobre a reabertura do Inhotim, prevista para o dia 7 de novembro de 2020.Haverá limite de visitação de 500 pessoas por dia.

Visita: Paga. Houve mudança na venda de ingressos, não ocorre mais na recepção do Inhotim. A visitação acontecerá mediante aquisição prévia dos ingressos, por isso não deixe de se programar com antecedência para não perder a viagem.

Enquanto o Inhotim segue fechado à visitação, que tal explorar o que mais Brumadinho tem a oferecer?

Casa Branca

Na comunidade rural de Casa Branca é possível ter muito contato com a natureza e ainda praticar esportes de aventura, como arvorismo, escalada em parede artificial, tirolesa, rapel e muitas trilhas para serem curtidas a pé ou de bike. Sem falar das cachoeiras... E o melhor: tudo isso a só 40 km de BH.

Visita: Paga

Piedade do Paraopeba

Piedade do Paraopeba, um charmoso vilarejo de Brumadinho, é considerado o distrito mais antigo de Minas Gerais. Nele estão igrejas centenárias, casarões coloniais e mirantes ideais para um tour e fotos incríveis.

Visita: Gratuita

Serra da Moeda

No fim de tarde, não perca o por do sol na Serra da Moeda, com uma vista panorâmica da região. Além do por do sol é possível observar a turma dos paragliders colorindo os céus e saltando da pista de voo livre que fica ali.

Visita: Gratuita

Caeté

Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade

Que tal conhecer ou mesmo voltar ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade em Caeté? Além das cerimônias religiosas que são celebradas na menor basílica do mundo, o local tem uma paisagem espetacular.

O Santuário fica a apenas 48 km de BH e é uma excelente opção para contemplar,do alto de seus 1746 m de altitude, a serra que emoldura a cidade de Caeté.

Dica: A visitação ao santuário está acontecendo mediante agendamento. Saiba mais informações clicando aqui.

Visita: Paga

Centro histórico de Caeté

Vale ainda dar uma esticada e ir até o centro histórico de Caeté, que possui uma rica arquitetura colonial. Ali está a primeira igreja em alvenaria do Brasil, a Igreja Nossa Senhora do Bom Sucesso (1757).

Visita: gratuita

Cachoeira de Santo Antônio

 Pra quem gosta de natureza e aventura, a indicação é um passeio até a linda Cachoeira de Santo Antônio para dar uma refrescada.

Dica: A dica para se chegar a esta cachoeira é ir pelo caminho do distrito de Morro Vermelho. Para ir pelo caminho indicado pelo GPS até a Cachoeira de Santo Antônio é necessário moto de trilha ou um 4 x 4, então fuja dessa opção se não tiver nenhum dos dois.

Para ir com carro de passeio, coloque no GPS o distrito de Morro Velho. Partindo da Praça Central de Morro Vermelho, seguir em direção à capela do Rosário aproximadamente 2,5 km e entrar à esquerda do entroncamento. Seguir aproximadamente 6,5 km até o final da estrada. Ao estacionar são necessários cerca de 500 m (15 minutos) de caminhada.

Visita: Gratuita

Catas Altas

A charmosa Catas Altas  está a 120 km de BH e aos pés da Serra do Caraça. O local é ideal para quem busca uma opção de passeio em uma típica cidade do interior de Minas.

Praça Monsenhor Mendes

A Praça Monsenhor Mendes é um dos postais da cidadezinha e te dá uma sensação de paz, de ter chegado a um verdadeiro refúgio mineiro.

Visita: gratuita

Bicame de Pedra

A arquitetura do Bicame de Pedra encanta e instiga a resgatar a história de sua construção, realizada para criação de um aqueduto por escravos (1792).No seu entorno, é possível fazer piqueniques. O cenário rende boas fotos e também permite relaxar e fazer piqueniques em sua proximidade.

Visita: Gratuita

Como chegar: Para chegar ao bicame de pedras é necessário percorrer 12 km de estrada de terra a partir do centro de Catas Altas.

Capela de Santa Quitéria

Outro ponto turístico de Catas Altas é a Capela de Santa Quitéria. O local é um charme e, ainda que não seja possível visitar o interior dessa capela do século 18, apreciar sua arquitetura externa com certeza já faz valer a pena a visita.

Visita: Gratuita

Prainha  

Catas Altas está recheada também de atrativos naturais, como é o caso da Prainha, a menos de 1 km do centro histórico da cidade. A Prainha é formada pela passagem do Ribeirão Caraça, e tem esse nome porque possui um banco de areia em suas margens. O caminho é de fácil acesso.

Dica: O passeio é ideal para fazer com crianças, pois as águas são muito rasas e tranqüilas.

Visita: Paga

Cachoeira da Santa

A Cachoeira da Santa também possui fácil acesso, saindo do centro de Catas Altas, fica a 1,5 km. O local oferece uma panorâmica imperdível da cidade.

Visita: paga

Lagoa Santa e Pedro Leopoldo

Parque Estadual do Sumidouro

Pra quem gosta de contato com a natureza, localizado entre Lagoa Santa e Pedro Leopoldo está o Parque Estadual do Sumidouro, a 60 km de BH.

O parque já reabriu e possui diversas trilhas e atrações, como a contemplação de pinturas rupestres, mirantes, lagos, locais para escalada, além do Museu Peter Lund e Casa Fernão Dias. Confira mais sobre as atrações clicando aqui.

Sua principal atração, a Gruta da Lapinha, por enquanto, permanece fechada como medida sanitária.Se você ainda não conhece a gruta, que é considerada uma das 7 maravilhas da Estrada Real, já a coloque na sua lista de passeios pós-pandemia.

Visita: Paga

Dica: Entre em contato com a administração do parque com antecedência para agendar sua visita, já que os parques naturais estão funcionando com capacidade reduzida de público. Confira as informações sobre agendamentos clicando aqui.

Cachoeira do Urubu

A Cachoeira do Urubu fica em Pedro Leopoldo, a cerca de 50 km de BH, e é uma boa pedida para se refrescar. Possui piscinas naturais que oferecem a possibilidade de banho a crianças e idosos.

Visita: Paga

Dica: O local é ideal para se fazer um piquenique e passar o dia curtindo a natureza.

Sabará

Sabará fica a apenas 25 km de BH e, pra quem adora o clima de cidades históricas, recomendamos uma visita ao centro para admirar o lindo casario colonial, um dos museus a céu aberto de Minas.

Existem diversos pontos turísticos culturais em Sabará e,enquanto as atrações culturais seguem fechadas, você pode aproveitara arquitetura colonial presente nas construções do centro histórico.

Visite o centro histórico e volte no tempo passando pelabela Capela de Nossa Senhora do Ó, o Chafariz do Kaquende, o Chafariz do Rosário, Conjunto Arquitetônico Rua Dom Pedro II, Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e muito mais.

Visita: Gratuita por contemplar apenas as áreas externas.

Dica: A gastronomia de Sabará é riquíssima (conheça um pouco mais dos sabores de Sabará clicando aqui), tem como base os sabores tradicionais do ora-pro-nóbis e jabuticaba, somados à comida típica mineira. Vale a pena se organizar para saborear um almoço na cidade.

A gente sabe que tem muito mais o que fazer partindo de BH, essa lista é enorme com certeza.

A idéia que fica é: explore e se encante por Minas. Temos muito o que conhecer, por isso, planeje seus próximos fins de semana e pé na estrada.

Gostou do conteúdo? Deixe sua reação no post e escreva nos comentários suas dicas de passeios pro fim de semana. Vamos adorar saber!

Precisa de algum receptivo turístico para melhorar sua experiência de visitação e te levar a algum destes lugares? Clique aqui e conheça o Minas Recebe.

Leia mais dicas e curiosidades sobre Minas clicando aqui.

Sobre o Autor

Júnia Gontijo Cândido

Turismóloga, apaixonada por livros, séries, rock'n'roll e vida ao ar livre (não necessariamente nessa ordem). Atua na Diretoria de Promoção e Mkt Turístico.

Comentários