Turismo em Minas Gerais | Confira Títulos Curiosos das Cidades Mineiras

Foto por: Acervo Minhas Gerais Turismo
Atualizado em: 17/02/2022

Confira Títulos Curiosos das Cidades Mineiras

 

Minas Gerais é uma terra de diversidades, então confira os grandes títulos que as cidades mineiras possuem.

 

Nas terras mineiras você vai encontrar desde sítios do Patrimônio Cultural da Humanidade, até a Capital do Pijama. No mínimo curioso, não?

São inúmeros títulos espalhados por nosso território e que comprovam a riqueza e diversidade de Minas Gerais.

Então hoje vamos apresentar como Minas é conhecida nacionalmente e internacionalmente, devido aos seus títulos.

 

 

Sítios do Patrimônio Mundial Cultural da Humanidade

 

O título de sítio do Patrimônio Mundial Cultural da Humanidade já é bem conhecido em todo mundo pelos amantes do turismo cultural.

Pra quem ainda não conhece, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), possui uma lista de bens tombados por serem locais de extrema importância cultural e histórica mundiais.

Taj Mahal, Machu Picchu e Estátua da Liberdade são alguns exemplos. Mas você não precisa ir tão longe para conhecer um bem cultural tão importante para o mundo assim.

Aqui em Minas Gerais você pode visitar 4 sítios do Patrimônio Mundial Cultural da Humanidade, afinal, Minas é o estado com maior número de bens tombados como Patrimônio Cultural da Humanidade no Brasil.

 

Cidade histórica de Ouro Preto

A cidade histórica de Ouro Preto foi a primeira cidade brasileira a receber o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, em 1980, e também uma das primeiras do mundo!

Ouro Preto teve um grande destaque no período colonial com a exploração do ouro, e a cidade carrega as memórias desse tempo. A arquitetura charmosa do barroco está espalhada pela cidade, sendo preservada até hoje.

 

Ouro Preto

Foto: Vista da charmosa cidade de Ouro Preto, com a marcante Igreja Nossa Senhora das Mercês em destaque.

 

Uma viagem para Ouro Preto é essencial, e não faltam locais para você visitar e se encantar pela história e por cada pedacinho dessa cidade maravilhosa. Cada parede de Ouro Preto conta uma história, e as ruas transbordam cultura.

 

Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos

Um passeio por Congonhas é uma verdadeira imersão cultural. Na cidade, o Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos é um Patrimônio Cultural da Humanidade.

Os doze profetas esculpidos em tamanho real por Aleijadinho compõem o Santuário e recebem muita atenção. Além dos profetas, o Santuário engloba a Igreja do Bom Jesus de Congonhas e mais seis capelas.

 

Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos

Foto: Importante Patrimônio da Humanidade, Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos, em Congonhas.

 

Aleijadinho foi uma verdadeira lenda da nossa história, e nos deixou grandes tesouros.

 

Conjunto Moderno da Pampulha

Em 2016 o Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte, tornou-se um Patrimônio Cultural da Humanidade.

O Conjunto se distribui ao redor da linda lagoa da Pampulha, e é composto pelo Museu de Arte da Pampulha (antigo cassino), a Casa do Baile, a Igreja São Francisco de Assis, o Iate Tênis Clube e o espelho d’água da lagoa da Pampulha.

 

Pampulha

Foto: Encatadora Igreja São Francisco de Assis, um dos principais cartões postais da capital, na Lagoa da Pampulha.

 

As construções levam as assinaturas de Oscar Niemeyer, Roberto Burle Marx e Cândido Portinari. O que garante um aspecto único que só a capital mineira vai te proporcionar, unindo arquitetura ao belo horizonte da lagoa, sendo o ambiente de lazer perfeito para suas tardes!

 

Centro Histórico de Diamantina

Assim como Ouro Preto, Diamantina teve grande destaque no período colonial, como o próprio nome da cidade já diz, o local foi um importante centro de extração de diamantes.

O Centro Histórico de Diamantina é um Patrimônio Cultural da Humanidade e é repleto das influências coloniais. Os casarões, as igrejas, a rua de pedras, também estão presentes em Diamantina.

 

Centro Histórico de Diamantina

Fonte: Imponente Casarão do Fórum no centro histórico de Diamantina.

 

Diamantina possui ares e belezas únicas, o que a torna tão especial.

 

Aproveite para mergulhar mais nas curiosidades sobre esses tesouros mineiros e não deixe de conferir: Conheça 4 bens tombados como Patrimônio Cultural da Humanidade em Minas.

 

Cidade Criativa da Gastronomia

 

A gastronomia tem um lugar muito importante na vida dos mineiros, afinal é comum entre a gente sempre preparar um prato bem gostoso para receber uma visita, ou para o grande almoço em família.

Em 2019, Belo Horizonte, representando a cozinha mineira, alcançou o desejado título de Cidade Criativa da Gastronomia (pela Unesco), sendo um marco histórico para o estado. E assim comprovou o que todos já sabiam: o quanto a cozinha mineira é maravilhosa e deixa até o público internacional com água na boca.

 

Belo Horizonte Cidade Criativa da Gastronomia

Foto: Saborosa especialidade da cozinha mineira.

 

Os temperos de Minas e nossos quitutes deliciosos ganham cada vez mais espaço, e os apaixonados pelo turismo gastronômico não podem deixar de se maravilhar com a imensidão de opções!

Saiba mais sobre a terra da gastronomia: 10 vezes que Minas provou ser a terra da gastronomia.

 

Capital Mundial dos Bares e Botecos

 

A capital mineira é mais uma vez destaque na nossa lista, agora como a Capital Mundial dos Bares e Botecos.

Os bares são grandes pontos de encontro da população, onde os problemas ficam pra trás e a farra toma conta. E Belo Horizonte é a cidade com maior número de bares por habitante, então opção é o que não vai faltar!

Alguns locais tem ganhado muito destaque como a Rua Sapucaí, Mercado Novo, Mercado Central, Edifício Maletta, e muitos outros que oferecem drinks deliciosos e boas opções de petiscos.

 

Belo Horizonte Capital Mundial dos Bares e Botecos

Foto: Uma das milhares de opções de drinks maravilhosos servidos em Belo Horizonte.

 

De quebra, Belo Horizonte ainda é conhecida como a Bélgica brasileira por causa do grande número de produtoras de cerveja artesanal.

Já deu pra imaginar como é o final de semana em Belo Horizonte, né?

 

Capital Mundial do Pão de Queijo

 

Só em Minas Gerais a gente encontra aquele pão de queijo bem raiz mesmo, e em Paracatu eu te garanto que você vai encontrar o melhor pão de queijo artesanal da sua vida.

Você já imaginou a produção de 8 mil pães de queijo por dia, por uma única produtora? Pois em Paracatu isso é possível! O sucesso desse pão de queijo é produzido por um negócio de família, e a matriarca guarda a receita a 7 chaves!

 

Paracatu Capital Mundial do Pão de Queijo

Foto: Clássico quitute de Minas Gerais, o pão de queijo. Já da para sentir o gosto daí?

 

Inclusive na cidade, o dia 5 de julho foi decretado como Dia Municipal do Pão de Queijo, em homenagem ao delicioso quitute paracatuense.

Esse é um dos destinos que só indo pra saber e para experimentar o pão de queijo quentinho saindo do forno. Aproveite para conferir O que fazer em Paracatu.

 

Capital Nacional do Pé de Moleque

 

Você já deve estar até com fome aí né? Calma e guarda um espaço pro doce, pois Piranguinho reserva o melhor Pé de Moleque que existe! 

A Capital Nacional do Pé de Moleque é famosa pelo doce de amendoim, que se tornou patrimônio histórico da cidade e patrimônio imaterial de Minas Gerais. 

 

Piranguinho Pé de Moleque

Foto: Delicioso pé de moleque, apenas indo em Piranguinho para encontrar um igual.

 

Piranguinho realiza a tradicional Festa do Maior Pé de Moleque do Mundo, valorizando a tradição que está na veia da cidade e atraindo visitantes para conhecer os doces. 

Tente replicar essa deliciosa iguaria na sua casa, seguindo os passos de um grande produtor. Acesse Gosto de Minas: Pé de Moleque. Mas é claro que o melhor Pé de Moleque você encontra só em Piranguinho, então bora conhecer essa maravilhosa cidade do sul de Minas. 

 

Capital Mundial do Gado Zebu

 

Uberaba é um grande destaque mineiro quando o assunto é agronegócio, tanto que cidade do triângulo mineiro é conhecida como a Capital Mundial do Gado Zebu.

Essa raça foi introduzida na cidade com a chegada de imigrantes da Índia, e desde então se adaptou ao clima da cidade e tem procriado. Inclusive Uberaba é o maior polo de genética zebuína do mundo, e abriga a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu.

O boi é um destaque na cidade, e muito querido pela população, que até ganhou um museu, o Museu do Zebu.

A pecuária tem feito Uberaba se destacar muito e com a realização de diversas feiras sobre o assunto tem atraído grande número de turistas. Se for visitar Uberaba não deixe de dar uma olhadinha: O que fazer em Minas Gerais: Triângulo Mineiro.

 

Polos Tecnológicos

 

Minas Gerais tem ganhado muito destaque para o ramo da inovação e tecnologia, com o crescimento das startups e dos parques tecnológicos. Minas reúne 6 parques que são referência em unir pesquisa e tecnologia, e um sétimo em criação, o Parque Científico e Tecnológico de Juiz de Fora e Região (PCTJFR).

 

Belo Horizonte

O Parque Tecnológico de Belo Horizonte, BH-TEC, reúne o espírito de empreendimento que há na capital mineira. O local une a UFMG, a Fiemg e o Sebrae, para fomentar a inovação na cidade.

Na capital também há o famoso São Pedro Valley, apelidado por esse nome em referência ao importante polo de tecnologia dos Estados Unidos, o Sillicon Valley. A região do bairro São Pedro reúne centenas de startups e é a primeira comunidade de startups do Brasil, atraindo grande fluxo para o turismo de negócios.

 

Itajubá

A cidade de Itajubá abriga o Parque Científico e Tecnológico de Itajubá, PCTI. Assim como os demais parques, a base para pesquisa e empreendimento é a tecnologia, que potencializa os negócios. E a cidade tem se dedicado para fomentar a inovação na indústria.

 

Uberaba

Uberaba é mais uma cidade que tem crescido e ganhado destaque no ramo tecnológico, com a criação do Parque Tecnológico de Uberaba. O parque faz parte do plano da cidade de colocar o local no mapa dos principais centros tecnológicos do Brasil.

 

Viçosa

O tecnoPARQ, em Viçosa, vem trabalhando no desenvolvimento tecnológico desde 2011, e é o primeiro parque do estado a iniciar suas atividades. O local promove muito o espírito de inovação e de competitividade industrial, e trabalha sempre em parceria com a UFV.

 

tecnoPARQ viçosa

Foto: tecnoPARQ na UFV, em Viçosa.

 

Lavras

Em Lavras, a UFLA realizou o maior investimento de sua história apostando no Parque Tecnológico e Científico de Lavras, Lavrastec. O objetivo é levar o destaque tecnológico para a cidade, que com o desenvolvimento da universidade tem crescido bastante.

 

Santa Rita do Sapucaí

Um grande destaque de Minas como polo tecnológico é sem dúvidas Santa Rita do Sapucaí. A cidade é até conhecida como Vale do Silício, devido aos grandes projetos desenvolvidos.

A pequena cidade no sul do estado abriga o Vale da Eletrônica que trabalha desde a pesquisa até a produção. É o maior polo de eletroeletrônica do país e continua em ascensão, e ainda é exemplo da mudança de uma economia agropecuária para a tecnologia.

 

Os parques tecnológicos são o futuro da economia e ainda vão se desenvolver muito pelo estado, mostrando como é possível se adaptar ao avanço da tecnologia.

 

Polo de Moda Nacional

 

A moda é um setor em ascensão, e a capital mineira tem recebido grande destaque para esse ramo.

Belo Horizonte (que até já perdi as contas de quantas vezes apareceu aqui) recebe um dos maiores eventos de moda, o Minas Trend. A cidade abriga o primeiro museu público destinado a moda no Brasil (MUMO), e ainda possui bairros tradicionais como o Barro Preto e o Prado que atraem compradores de todo o país.

 

Museu da Moda Belo Horizonte

Foto: Maravilhoso Museu da Moda, no centro da capital mineira.

 

A moda mineira merece cada vez mais espaço, e quem sabe no futuro Belo Horizonte também seja conhecida como a Capital da Moda?

Saiba mais sobre a moda mineira: A Roupa Fala Uai.

 

Polo de Malhas

 

A região das Malhas, no sul de Minas, é referência na produção têxtil, e separamos alguns destaques.

 

Capital das Malhas

Jacutinga é uma cidade encantadora, localizada no sul de Minas Gerais. Com origens italiana, a cidade é conhecida por Capital das Malhas, e é responsável pela produção de 27% das malhas no Brasil.

A cidade possui centenas de malharias, e recebe eventos como a Feira da Malha, com desfile de moda e atrações culturais.

 

Capital Nacional da Moda Tricô

Monte Sião é marcada pela forte presença do tricô, sendo conhecida como a Capital Nacional da Moda Tricô.

A maneira de tecer o tricô faz parte da história do município e tem sido passada de geração em geração, criando uma produção única e característica da cidade.

 

Capital Nacional do Crochê

Outra cidade que é destaque na produção têxtil é Inconfidentes, a Capital Nacional do Crochê. O crochê não fica apenas na moda, na vestimenta das pessoas, em Inconfidentes o crochê colore a cidade, envolve as arvores, está em todo lugar.

 

Inconfidentes Capital Nacional do Crochê

Foto: Árvore "vestida" de crochê, colorindo a cidade de Inconfidentes.

 

Capital do Pijama

O modo de fazer pijama em Borda da Mata se tornou um patrimônio do estado. A Capital do Pijama é destaque na produção da moda íntima, e essa história vem desde 1969, quando foi instalada a primeira confecção na cidade.

 

Para visitar esses destinos você tem que ir de mala vazia, pois é impossível não se esbaldar nas compras diante de tanta opção com qualidade.

 

Polo Audiovisual

 

Luz, câmera e ação!

A cidade de Cataguases, na Zona da Mata, recebeu o título de Polo Audiovisual devido ao grande número de empresas nesse segmento e por ser uma referência em Minas Gerais.

O cinema está no DNA de Cataguases, afinal a cidade é reconhecida como o berço do cinema nacional. Humberto Mauro, o pai do cinema brasileiro, iniciou sua trajetória em Cataguases, e até hoje a cidade respira com o legado da cultura deixado pelo cineasta.

 

Cidade da Música

 

Muita gente não sabe, mas Diamantina é considerada a Cidade da Música!

A Vesperata, as Serestas e a Bartucada são tradições que fazem parte do patrimônio da cidade. E fora do período dessas atrações musicais a cidade não pausa, a música continua. Todos os finais de semana têm alguma programação que inclui a manifestação musical.

 

Vesperata Diamantina

Foto: Dia de Vesperata em Diamantina, em que o população se reúne e é festa garantida.

 

Vale a pena conferir mais sobre essas maravilhosas tradições que alegram a cidade: Conheça a Vesperata de Diamantina.

 

Cidade das Rosas

 

Barbacena é popularmente conhecida como a Cidade dos Loucos, por já ter abrigado um hospital psiquiátrico. Mas a cidade também é muito conhecida pela sua grande produção de flores, sendo nomeada a Cidade das Rosas.

Barbacena separou um dia apenas para enaltecer a cultura das flores na cidade, e realiza a tradicional Festa das Rosas a mais de 50 anos.

As rosas dão vida e uma sutileza sem igual para a cidade.

 

A terra onde os sinos falam

 

O toque dos sinos se tornou um patrimônio imaterial de Minas Gerais, pois faz parte da expressão cultural e carrega história e memória.

A cidade de São João del Rei é marcada pela presença de muitas igrejas, e cada badalar dos sinos anuncia uma coisa diferente. A população já consegue compreender sem a necessidade de palavras, certo badalar é para missa, outro é para um falecimento, e assim vai, cada um significa uma coisa.

Por isso a cidade tem o título informal de "Terra onde os sinos falam".

 

São João del Rei

Foto: Badalar do sino na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar.

 

 

Nossa! É tanta coisa que Minas Gerais guarda, não é mesmo?

Conta pra gente qual desses títulos mais te surpreendeu, e se você conhece algum que faltou.

Aproveite para conhecer mais ainda sobre Minas e não deixe de perder: 16 Curiosidades sobre Minas que provavelmente você nem imaginava.

Sobre o Autor

Breno Montserrat

Turismólogo em formação e analista de marketing turístico. Apaixonado por música, livro, pizza e um bom café. Mineiro do interior, noveleiro, filho do verão.

Comentários